Sig Bergamin lança seu novo livro Maximalism

Oi Gente

O objetivo do post de hoje é trazer aqui para você um pouco sobre essa informação que li na Revista Vogue desse mês.  Olhando a revista me deparei com uma página onde fala do lançamento de mais um livro do Arquiteto e decorador Sig Bergamin, que sempre gostei do seu trabalho. Saiba um pouco por aqui…

O Arquiteto Sig Bergamin, já comentei sobre ele por aqui, quando se trata de decoração de interiores ele é o meu preferido. As fotos do post não se referem a seu novo livro e sim alguns projetos do arquiteto que, para mim, são atemporais.

Gosto muito do colorido que ele coloca em seus projetos e principalmente de levar para a decoração o jeito bem brasileiro de viver. Os seus projetos abre espaço para quem gosta de colecionar objetos e histórias. Já comentei sobre um livro dele que gostei muito de ter lido, com o nome Adoro.

E lendo a revista Vogue desse mês, me deparei com a notícia do lançamento de mais um livro do Sig Bergamin que, sem dúvida, vou lê-lo. Como gostei muito da notícia, resolvi dividir aqui com você, pois sei que uma grande maioria de mulheres da nossa idade curte esse assunto e, talvez, não tenha lido a reportagem.

É interessante quando a gente gosta do estilo de um profissional nessa área de criação ou se identifica com uma determinada marca, até os projetos mais antigos continuam sendo apreciados.

Então, na reportagem que li na Revista Vogue de número 482, do mês de outubro, escrita por Bruno Astuto nas páginas 59 e 60, com o nome Décor na tomada, lá estava a foto do Sig Bergamin e o anúncio da publicação de seu novo livro Maximalism.

Já faz algum tempo que ele se encontra fora do Brasil, tocando alguns projetos e, segundo Bruno Astuto se refere a essa notícia como sendo de primeira mão, ou seja, o lançamento desse seu mais novo livro.

Vik Muniz, artista plástico é quem escreve o prefácio onde fala sobre o trabalho de Sig Bergamin: “Apenas uma pessoa interessada no mundo como um todo é capaz de imaginar o espaço físico de que a intimidade realmente precisa. As obras de Sig refletem essa infinidade de coisas a serem compreendidas, vividas e devoradas, esta imensa curiosidade despida de preconceitos; e é com esta generosidade de referências que ele constrói seu próprio universo, intimamente, um cômodo por vez”.

E, entre depoimentos de amigos e fãs do trabalho de Sig Bergamin, está a artista plástica brasileira que também admiro muito seu trabalho e já falei sobre ela por aqui Beatriz Milhazes

Segundo a reportagem, ao longo das quatro décadas de carreira do arquiteto Sig Bergamin, houve muitas mudanças, onde ele cita duas importantes quanto aos projetos  atuais: “A Cozinha, que antes era pensada só para os funcionários de forma utilitária, agora virou parte da sala, porque todo mundo quer cozinhar. E também todo mundo quer tomada. Tomada, tomada, tomada, para que o celular não descarregue”.

É muito bom saber que temos profissionais brasileiros em diferentes áreas que são conhecidos e reconhecidos no exterior pelo seu trabalho, principalmente criativo e inovador e que, talvez, uma grande maioria de brasileiros não saibam por não fazer parte do mundo da música e futebol.

Sig Bergamin, uma foto não recente da web

Adorei essa parte da sua entrevista e concordo plenamente com ele,  onde  diz: “Mas eu sou brasileiro; tudo à nossa volta pede mais e mais. Você vai a qualquer casa simples no Nordeste, e as paredes são coloridas, os santos são incríveis, temos retratos da família na parede. Meus projetos são mais uma coleção do que uma decoração. Uma casa decorada é muito chata, tem que ser meio bagunçada, não perfeita, até porque a gente não é perfeito.” Esse é o jeito Sig Bergamin de ser.

Enfim, espero comprar e ler o livro do Sig Bergamin, pois quando a gente gosta de um estilo gosta para valer e o que mais curto em seus projetos é a forma como ele mistura todos os objetos de diferentes cores, materiais e estilos e consegue criar uma harmonia linda. Isso só com uma mestria mesmo gente, onde merece os nossos aplausos e que o nosso país possa, cada vez mais, estar nos presenteando com profissionais de bom nível e grande produtividade como é o caso de Sig Bergamin.

Era isso por hoje.

Obrigada pela sua visita. Você é sempre bem vindo(a) por aqui.

Um abraço.

 

Referências:

A reportagem completa, caso se interesse poderá ser visto no site abaixo:

https://vogue.globo.com/lifestyle/cultura/noticia/2018/10/maximalism-por-dentro-do-novo-livro-de-sig-bergamin.html

As imagens são do pesquisa na web.