Irlanda – O lindo Castelo da cidade de Kilkenny

Oi Gente

O post se refere a cidade de Kilkenny e uma visita ao seu lindo Castelo, Kilkenny Castle  A cidade medieval de Kilkenny é um destino que vale muito a pena visitar em sua viagem a Irlanda, até porque está situada a  130 km da capital Dublin. Saiba um pouco por aqui…

 

É interessante como o fato de saber que em uma cidade existe um Castelo faz com que nos desperte uma curiosidade para conhecê-lo.

Quando morei na Escócia, no final de 1994 e 1995, visitar castelos nos finais de semana com 3 crianças era o nosso programa, até porque a Escócia é repleta de castelos de todos os tamanhos e cada qual com suas histórias interessantes. A partir de então,  desenvolvi esse gosto de querer conhecer castelos quando isso é possível em minhas viagens.

Quando estivemos na Irlanda fiquei sabendo que,  próximo a cidade onde estávamos hospedados, ficava a cidade de Kilkenny com o seu lindo e famoso Castelo e, assim, peguei um trem e fui para lá em busca de uma visita ao Castelo e posso garantir que foi muito gratificante mais essa experiência de viagem.

A cidade de Kilkenny

 

Kilkenny é uma cidade Medieval da Irlanda, localizada bem ao centro do país a 130 km da capital Dublin e é cortada pelo rio Nore, um rio famoso da Irlanda e onde pode-se pescar o delicioso Salmon.

O Castelo, sem dúvida,  é o que atrai muitos visitantes até lá. Mas, chegando a cidade, você vai se encantando com o patrimônio histórico, com construções de pedras e ruazinhas com paralelepípedo. Um charme de cidade, bem cuidada e florida.  Sabe aquela cidade que você chega pela primeira vez e parece que ela te abraça, foi assim que me senti em Kilkenny.

Primeiramente, por ser pequena, você poderá aventurar-se por lá a pé curtindo cada cantinho com seus pubs, músicas tradicionais irlandesas e lojinhas graciosas de artesanatos da região.  Ela oferece muitas atividades também para o turista, como festivais, uma boa gastronomia e construções medievais onde te leva a imaginar o quanto de história ela tem para contar. Vale lembrar que é considerada a capital medieval da Irlanda.

O Castelo fica em um ponto central, podendo encontrá-lo a pé. Da estação de trem, por exemplo, é uma caminhada tranquila até lá. Em volta do Castelo, um dos mais visitados da Irlanda,  estão os principais pontos turísticos da cidade o que facilita a sua visita. Lá está a Cathedral de St Canice, o Museu Medieval de Kilkenny e St Mary’s Cathedral. E caso tenha mais tempo, ainda poderá visitar uma cervejaria artesanal.

Mais informações sobre a cidade você poderá obter aqui.

O Castelo de Kilkenny e um pouco da sua história

O Castelo de Kilkenny está localizado em uma “altura estratégica que comanda uma travessia no rio Nore e domina a “Cidade Alta”da cidade de Kilkenny.”

O Castelo, no ano de 840, era de madeira e somente  no ano de 1190 é que iniciaram da forma que se encontra hoje.

A construção desse castelo de pedra anglo-normando foi realizada durante a primeira década do século XIII. Foi construído para o quarto conde William Marshal.

“O primeiro castelo de pedra, construído por William Marshal, 4º Conde de Pembroke (c.1146-1219), foi construído no local de uma estrutura anterior de madeira, provavelmente durante a primeira década do século XIII. Escavações recentes revelaram uma estrutura construída em grama e trechos de uma grande muralha de barro sob o jardim e as paradas, ambas pré-datando o edifício de pedra.”p. 25

“A mais antiga descrição do castelo de pedra foi registrada em 1307, quando os edifícios no local foram listados como ‘um castelo no qual há um salão, quatro torres, uma capela, um fosso e várias outras casas’. Isso confirma que a forma do castelo era semelhante à usada nos castelos reais de Dublin e Limerick, na medida em que era um ‘castelo sem teto’.Isso significa que ele foi construído sem uma torre enorme como principal característica. Em vez disso, tinha quatro torres, uma parede envolvente e um fosso; dentro das paredes havia um hall, capela e outros edifícios, alguns dos quais provavelmente eram de madeira. Escavações recentes revelaram outros fatos importantes sobre o antigo castelo de pedra.” p. 25

O Castelo de Butler

Mas tarde, ele passou a ser a residência de uma poderosa família irlandesa, por quase 600 anos, a família Butler.

James Butler (c.1360-1405), 3º Conde de Ormond, comprou o Castelo Kilkenny em 1391.

Durante uma visita prolongada à Irlanda em 1394-1395, o rei Ricardo II da Inglaterra passou o mês de abril de 1395 no grande castelo do conde de Ormond em Kilkenny.

A família Butler que usufruiu durante anos do Castelo não pode mais arcar com a manutenção do mesmo e foi vendido a uma comissão de restauração  ao preço de 50 libras, um preço simbólico.

Durante o período de oito séculos da existência do Castelo, foram realizadas muitas alterações com diversos projetos, fazendo com que o Castelo de Kilkenny ofereça a seu visitante vários estilos arquitetônicos.

O Castelo ainda apresenta dois jardins, um na frente próximo a entrada e um bem maior na parte de trás  do Castelo, onde serve de passeios e momentos de relaxamento para os visitantes que por lá circulam.

“Jardins formais foram criados com longas avenidas de árvores plantadas, incluindo carvalhos. Vários esquemas para pelo menos três fontes foram propostos. Outras características acrescentadas aos jardins incluíam uma elevada ‘terra batida’ que foi construída na área onde está situado o atual Rose Garden.”p. 30

No ano de 1967 o Governo Irlandês assume a manutenção do Castelo e assim abre ao público para visitação.

Hoje, a principal entrada do Castelo de Kilkenny é através da impressionante entrada clássica situada no desfile. Antes de entrar no arco, olhe para a direita para restos do fosso seco recentemente escavado, que foi preenchido durante o décimo sétimo século para permitir a construção de um portal na parede de cortina.

O Castelo por dentro

As vezes, por falta de tempo, alguns turistas acabam decidindo só por ver o Castelo por fora. Mas aí vai da escolha de cada um. O melhor jeito de viajar é sempre o seu, não é mesmo? Na minhas experiências de viagem, já aceitei que nem sempre é possível ver tudo que gostaria, então prefiro escolher algo que acho mais interessante e visitar. Entrei no Castelo e valeu muito o tempo que passei por lá.

Hoje, o Castelo de Kilkenny é um exemplo de várias fases de desenvolvimento em estilos arquitetônicos irlandeses que vão desde a construção de pedra, a fortaleza Norman em um local de comando através de estilos posteriores incorporados nos edifícios, incluindo o impressionante portal clássico do século XVII.

Durante toda a vida do castelo, os nomes e funções dos quartos foram alterados à medida que as modas mudavam. Por exemplo, durante o século XVII, os apartamentos ducais estavam situados na área do térreo.

O século XVIII viu a construção dos estábulos elegantes, em forma de meia-lua, e a reconstrução e remodelação do século XIX introduziram o estilo barroco castelhano com motivos góticos rusquianos adicionais. A fase final do mais recente processo de conservação e reconstrução, realizado por arquitetos do Escritório de Obras Públicas, é evidente no moderno centro de conferências, instalado dentro do tecido medieval da Torre do Desfile.

A Ala da Galeria de Imagens

A Ala da Galeria de Imagens foi construída durante o início do século XIX, programa de construção realizado pelo arquiteto William Robertson. Foi construído em fundações anteriores. A Galeria de Imagens de Robertson, de acordo com o seu trabalho no resto do castelo, estava no Estilo Baronial Acastelado.

“Inicialmente, a galeria foi construída com um telhado plano que começou a causar problemas logo após a sua conclusão. O distinto escritório de arquitetura de Deane e Woodward foi chamado durante a década de 1860 para fazer alterações no design geral do bloco Galeria de Imagens e em outras correções do trabalho de Robertson. Essas mudanças incluíram a inserção de quatro oriéis na parede oeste e o bloqueio das oito janelas existentes, enquanto outro oriel foi adicionado à parede leste. Um telhado inclinado foi colocado no lugar, com vidros centrais.”

“A estrutura do telhado da viga de martelo é apoiada em mísulas de pedra esculpida também por Harrison. Foi decorada por John Hungerford Pollen (1820-1902), então professor de Belas Artes no Newman College, em Dublin, usando uma combinação de motivos que vão do quase-medieval ao pré-rafaelita, com cabeças de animais douradas e pássaros entrelaçados. as vigas cruzadas. Esse esquema decorativo foi criticado por um contemporâneo, escrevendo em The Irish Builder, como “um teto provavelmente destinado a ser bizantino, mas meramente bizarro”. p. 19

O Quarto Azul

“Situado na River Tower, o Quarto Azul agora tem o nome da cor do elegante papel de parede, um design de William Morris. A proximidade da casa de banho para estes quartos teria sido um exemplo precoce de uma casa de banho privada.

A Biblioteca

“A decoração desta sala é uma recriação dos estilos de mobiliário de meados a finais do século XIX, quando grandes reformas do interior do castelo foram realizadas. Tecidos ricos são usados ​​por toda parte para recriar opulentos, período interiores onde as paredes são cobertas de popelina de seda francesa especialmente tecida, como revelado pela famosa empresa de Prelle de Lyon. Cortinas vermelho-granada de damasco de seda de qualidade pesada é um padrão de romã feita pela mesma empresa são penduradas abaixo baseados em uma reprodução original e correspondente, todo dourado em folha de ouro”. p. 10

Uma estante de vidro original em mogno fica no canto; a partir destes outros foram cuidadosamente reproduzidos na mesma madeira fina.

A sala das tapeçarias

“Este grande quarto está situado na Torre Norte; aqui também é possível apreciar a espessura maciça das paredes originais. A forma dessa sala foi alterada ao ser aberta, embora a seção circular ocupe o mesmo espaço da Grande Câmara do século XVII. Durante esse período, o quarto tinha tapeçarias de couro em relevo e douradas nas paredes. Estes foram substituídos no século XVIII por um terno de tapeçarias contando a história de Décio Mus. O papel de parede bloqueado estilo mão gótica é moderno.”p.08

 Fotos com a decoração de outros ambientes do Castelo

Se você gosta de decoração de interior, os detalhes que se encontra por lá são lindos, interessantes e cheios de detalhes. Acredito que em 1 hora dá para fazer um tour legal. Você poderá adquirir o seu ticket na entrada do Castelo.

 

 

Achei uma graça esses brinquedos antigos.

Gostei muito da visita ao Castelo por voltar um pouco na história e pelo fato de poder visitar vários ambientes, onde se observa detalhes de arquitetura, artes e decoração. 

É interessante nesse tipo de visita, quando se olha para o teto, como ele nos surpreende. Nesse Castelo, fiquei encantada com os detalhes da marcenaria, pinturas e a luminosidade.

Algumas das informações do post foi traduzida de um guia do visitante que comprei por lá. Mais Informações detalhadas sobre a visita ao castelo,  acesse o site por aqui.

O vídeo que está no meu canal do Youtube, caso prefira ver mais alguns detalhes ok?

Abaixo, outros posts do blog sobre a Irlanda já publicados por aqui e estou preparando mais alguns sobre o que pude ver nesse lindo país. 

Athy – A pequena cidade medieval na Irlanda

Irlanda – A Igreja de São João Evangelista de Kilkenny

Irlanda – Museu de James Joyce

Enfim gente, para você que está pensando em conhecer a Irlanda é muito interessante colocar Kilkenny em seu roteiro, além da graça da cidade você poderá também, caso vá de carro, apreciar as belezas das terras irlandesas. Amei esse país e espero ainda um dia voltar.

Era isso por hoje.

Obrigada pela sua visita. Você é sempre bem vindo(a) por aqui.

Um abraço.