7 experiências caracterizadas como anomalística. Você já passou por alguma delas ou conhece alguém?

Oi Gente

Estava lendo na Revista do CRP  (Conselho Regional de Psicologia) do Paraná,  sobre o ressurgimento da Psicologia Anomalística. E confesso, mesmo estudando Psicologia ainda não tinha visto nada sobre esse assunto. Mas achei interessante, pois trata de assuntos que a gente ouve muito falar ou até mesmo já teve uma experiência a respeito, mas não sabe bem o que é.

Segundo informações do artigo, aqui no Brasil, essas experiências atingem um percentual maior de pessoas, quando comparadas com o número em outros países.

Então, afinal o que é a Psicologia Anomalística e o que ela estuda?

A Psicologia Anomalística estuda as Experiências Anômalas. E o que são essas Experiências Anômalas?

Então, a APA – Associação Americana de Psicologia- classificam as Experiências Anômalas em duas categorias: as incomuns e as irregulares.

Anômalo não se trata de uma disfunção ou patologia. Segundo o Autor do artigo Fábio Eduardo da Silva, psicólogo da Universidade de São Paulo e Instituto Neuro-Psi,  as Experiências Anômalas podem até indicar saúde psicológica além da média.

Mas afinal o que é isso? Vamos lá, vejam as 7 experiências  que se destacam nessa categoria:

. experiências fora-do-corpo;

. experiência de quase morte;

. experiência de abdução por alienígenas;

. experiência de curas anômalas, místicas ou espirituais;

– experiência de sonhos lúdicos;

– experiência alucinatória;

– experiência sinestésica (modalidades sensoriais cruzadas).

Embora esses tipos de experiências anômalas resultam em muitas discussões no meio científico, algumas Universidades já estão estudando esses fenômenos. “Um importante aspecto do reconhecimento da Psicologia Anômala é que ela considera os relatos subjetivos de Experiências Anômalas como seus objetos de estudo”.

Algumas das  Universidades que já encaram esse tipo de estudo há algum tempo: Universidade de Virginia, nos EUA, Universidade de Lund, na Itália, Universidade de Saybrook, na Alemanha. O Reino Unido é o país onde há um número maior de Universidades desenvolvendo pesquisas sobre esses assuntos, como a Universidade de Londres, Universidade de Northampton, Universidade de Liverpool Hope, Universidade de Nene, Universidade de Cambridge e algumas mais.

Aqui no Brasil se destacam a USP  e demais Universidades como a UNICAMP, UFJE, UNESC, ULBRA.

Se você se interessou por esse assunto, ai vai o endereço do site para ler mais a respeito.

Referências:

http:portal.crppr.org.br/editor/ArtigoPsicologiaAnomalística.pdf 

Era isso gente por hoje.

Por isso, sou de opinião que, antes de julgar qualquer fala ou atitude de um ser humano, ou até mesmo ir catalogando as pessoas por aí, é bom saber que há muito a ser estudado ainda quando se trata de assuntos da mente. O que para uns pode ser taxado de doença mental, possivelmente poderá ser simplesmente alguém com uma mente mais desenvolvida que outra. E ai?…

Um abraço.

 

Resultado de imagem para experiências anomalas