Mosteiro Beneditino Sustentável na Alemanha

Oi Gente

O post se refere a uma estadia no Mosteiro Beneditino em Berching, na Alemanha, um modelo de Mosteiro Sustentável.  Saiba um pouco sobre a história desse mosteiro, a linda Igreja e demais atividades que desenvolvem por lá. Uma experiência muito interessante nessa última viagem que fizemos para a Europa em fevereiro de 2019….

 

Espero nesse post dividir com você um pouco sobre o local onde está situado esse mosteiro, sobre a sua história, fotos de alguns produtos orgânicos e artesanatos comercializados por eles.  Você poderá conhecer  um pouco sobre a linda igreja barroca que está por lá e, no final, apresento um pequeno video amador, para que possa ter uma ideia melhor sobre esse Mosteiro. ok?

Um Evento da Agricultura

Nessa última viagem para a Europa, passamos uma noite na Pousada de um Mosteiro Beneditino.  Meu marido estava a trabalho e foi um dos palestrantes para alguns agricultores em um Evento que foi realizado nesse local, para a troca de experiência sobre a produção de produtos orgânicos.

 

O Mosteiro também oferece um espaço onde foi realizado o Evento da Agricultura. Muitos agricultores interessados nos assuntos da produção de alimentos orgânicos, buscando uma melhor qualidade nos nossos alimentos, bem como da nossa saúde. 

Como esposa de um pesquisador, nessa área de agricultura, a gente acaba conhecendo pessoas que se tornam nossos amigos e que dedicam a vida a pesquisa e ao desenvolvimento da Agricultura, trocando seus conhecimentos por vários países do mundo.  

Acho muito lindo tudo isso, pois a profissão de agrônomo e todos os demais trabalhadores que atuam na área rural,  são profissionais que estão buscando cada vez mais produzir o alimento que sustentam toda a humanidade e, é de tirar o chapéu para aqueles que se preocupam, principalmente, pela qualidade desses alimentos.

Venho postando, aos poucos, o roteiro dessa viagem, por onde passamos. Depois da França, partimos para Alemanha, chegando em Stuttgart  e, de carro, a nossa primeira parada foi na cidade de Apolda, no estado de Turíngia, como pode-se observar no mapa acima. 

No dia seguinte, bem cedinho, saímos de Apolda, passamos em uma fazenda e seguimos para Berching, no estado da Bavária, o maior estado da Alemanha, onde dormimos uma noite nessa Pousada.

 

A Abadia de Plankstetten, esse é o nome do local, está situada na encosta do Sulztal entre Beilngries e Berching e é considerado um dos mais valiosos e históricos complexos de mosteiros no Parque Natural Altmuhltal.

Chegamos no finalzinho da tarde, já escurecendo e o evento seria realizado no dia seguinte de manha. Nos hospedamos na Pousada do Mosteiro, 

A Pousada

Esse complexo não é um museu, mas um local onde há o trabalho e a vida de uma comunidade monástica beneditina. Devido a dedicação e trabalho com orientação ecológica, Plankstetten tem a reputação de um “mosteiro ecológico”. 

Aqui o Calegari na chegada da pousada.

Apesar de simples, tudo é muito limpo e organizado e um lugar onde o silêncio nos oferece um sono perfeito.

Nessa região da Alemanha, é comum caminhadas com roteiros interessantes e o Mosteiro dos Beneditinos faz parte do itinerário.

Traduzi um pouco de uma placa que está exposta na recepção daqueles que realizam o roteiro da caminhada.

“Este caminho foi concebido como um caminho temático que permite a pessoa chegar a si mesmo em meio à natureza e, ao fazê-lo, busca com aspectos individuais do espirituoso monge beneditino.”

“O hospitaleiro mosteiro oferece não apenas alojamento e alimentação, mas também programas de retiro espiritual, educação e recreação.”

Um pouco sobre a História desse Mosteiro

No ano de 1129 o mosteiro foi fundado pelos Condes de Hirschberg, subordinado ao Bispo de Eichstatt.  O principal fundador foi, provavelmente, o conde Ernst IV von Hirschberg, que foi enterrado na igreja do monastério.

“A Igreja do Mosteiro recebeu um duplo patronato: Assunção e João Evangelista. Na primeira vez, havia entre 10 e 15 monges em Planskstetten”. 

Apesar de vários desafios enfrentados através de guerras, o Mosteiro com sua construção barroca continuou com suas orações e trabalhos. 

No ano de 1907, foi inaugurada em Plankstetten uma escola de agricultura. Começaram as atividades em padaria, cervejaria e açougue. 

A escola agrícola teve que ser fechada em 1934, sob as ordens da nacional-socialista e durante a Segunda Guerra Mundial, bem como aconteceu na Primeira Guerra, alguns monges tiveram que ir a guerra e o Mosteiro serviu como abrigo de um hospital militar. 

No ano de 1953, a escola agrícola foi reaberta e em 1989 o mosteiro abriu um centro de hospedes e conferências.

Enfim gente, foi uma experiência muito interessante ter passado por esse Mosteiro e conhecer um pouco do trabalho deles e o que oferecem por lá.

Era isso por hoje.

Obrigada pela sua visita. Você é sempre bem vindo(a) por aqui.

Um abraço.