Bakewell – A pequena e romântica cidade na Inglaterra

Oi Gente

O objetivo do post de hoje é dividir aqui com você um pouco sobre essa pequena cidade na Inglaterra de nome Bakewell, uma cidade também conhecida pelo tradicional e típico pudim da culinária inglesa, que por sinal é uma delícia, onde essa cidade se destaca pela originalidade dessa receita. Saiba um pouco sobre Bakeweel por aqui…

Nada melhor quando se viaja para o exterior é poder ser acompanhado por amigos que vivem no local onde estamos visitando. Foi assim que passamos umas horas na pequena cidade de Bakewell, no interior da Inglaterra. Coloquei aqui como cidade romântica, pois foi bem essa a imagem que me ficou dessa pequena cidade e pelas fotos abaixo você poderá concordar ou não comigo.

 

A cidade foi fundada, provavelmente, nos tempos dos anglo-saxões, quando a pequena cidade de Bakewell esta inserida dentro do reinado de Mércia (um dos 7 Reinos que compunham os anglo-saxões).

Bakewell está no vale do rio Wye, no centro de Derbyshire. O centro da cidade fica situado perto do rio, a cerca de 120 m acima do nível do mar, com as partes mais altas da cidade a cerca de 185 m nos lados do vale. A cidade fica no distrito de Derbyshire Dales e fica a cerca de 21 km a sudoeste de Sheffield, a 50 km a sudeste de Manchester e a 34 km ao norte de Derby.

 

Bakewell atrai muitos turistas nacionais e internacionais. Segunda-feira é popular entre os visitantes como o dia do mercado tradicional realizado na cidade. O mercado de gado está alojado em um novo centro agrícola construído propositadamente, do outro lado do rio da parte principal da cidade. Um mercado de barracas de tamanho médio é realizado no centro da cidade.

 

Bakewell é a única cidade do mercado no Parque Nacional. A carta para seu mercado de segunda-feira foi concedida em 1330, o terceiro ano do reinado de quarenta anos do rei Eduardo III. O mercado consiste em barracas domésticas e em um mercado de gado. Uma feira de artesanato e presentes é realizada todo fim de semana no salão da brigada, das 10h30 às 16h30. Há muitas lojas agrupadas em torno do mercado de Bakewell e um centro de informações turísticas muito bom.

 

Em 920 foi fundada a Igreja Paroquial de Bakewell e a pequena Bakewell já havia estabelecido no ano de 1254 um mercado, sendo reconhecida como um centro comercial.

 

Passamos algumas horas em Bakewell e já foi possível observar a graça dessa pequena cidade medieval, onde é possível passear por um parque com águas cristalinas, com peixes e patinhos e muito verde. Um lugar bem romântico.

 

O parque Bakewell e o estacionamento de exposição no Bakewell Farmers ‘Market têm um mercado regular de agricultores com uma grande variedade de produtos de cerveja, queijo, vinho, carne, caça e legumes.

O tradicional Bakewell pudding inglês

Achei hiper legal poder saborear esse tradicional Bakewell pudding inglês. Nossos amigos nos levaram para conhecer e saber um pouco da origem dessa tradicional receita.

 

Há três padarias vendendo o mundialmente famoso Bakewell Pudding, e não será nenhuma surpresa que cada uma afirme ter a receita original e secreta. Durante a temporada de verão, mais de 12.000 pudins são vendidos a cada semana. O Bakewell Pudding é bem diferente do familiar Bakewell Tart. A lenda local diz que foi comido desde os anos 1500 em Haddon Hall e que foi o prato favorito de Lady Dorothy Vernon, que fugiu em 1563.

 

Situado bem ao centro da cidade, foi aqui que provei o delicioso e tradicional pudding de Bakewell.

De fato, Trevor Brighton, Presidente da Bakewell and District Historical Society em 2005, escreveu um livro Bakewell: A Antiga Capital do Pico. Seu livro foi escrito para celebrar o 50º aniversário da sociedade. Nele, ele afirma que o pudim de Bakewell remonta à Idade Média e provavelmente tem suas origens na França. A crença popular é que a aparência real do pudim de Bakewell foi 300 anos depois, no século XIX.

O Bakewell Pudding foi criado pela primeira vez na década de 1860, quando a estalagem de Bakewell era o White Horse. O cavalo branco foi construído em 1804 no site de uma pousada anterior. É pela rotunda no centro de Bakewell e é agora chamado o Rutland Arms. 

Nos dias de treinamento, era a proprietária do Cavalo Branco, a Sra. Greaves, que costumava cozinhar, mas no dia monumental, quando recebia convidados importantes, a tarefa de fazer uma torta de morango era deixada para um assistente inexperiente. O ovo e o açúcar foram omitidos ao fazer a massa. Em seguida, a geléia foi espalhada sobre a base de pastelaria incomum, e a mistura de ovo e açúcar foi colocada em cima e um ingrediente extra (secreto) foi adicionado. Os clientes gostaram deste novo doce e o resto é história.

 

O que aconteceu com a receita secreta?

Uma história é que a Sra. Greaves deixou a receita, em seu testamento, para um Sr. Radford, que por sua vez passou para o Sr. Bloomer. O filho do senhor Bloomer ainda faz (e vende) esse pudim “original”. Mas, de acordo com a Old Original Bakewell Pudding Shop, a sra. Wilson, dona do chalé onde hoje fica a loja, adquiriu a receita do cozinheiro assistente (dizem que foi roubado). A Sra. Wilson era uma fabricante de velas nesta cabana e ela decidiu que começaria a fazer este pudim.

 

Aí está o Bakewell pudding que é servido com dois tipos de creme bem leve, na foto abaixo,  sendo um de baunilha e um creme de leite. Simplesmente uma delícia.

 

Após saborear esse tradicional e histórico pudding de Bakeweel seguimos para conhecer o lindo Parque da cidade, onde você poderá fazer uma boa caminhada e ter uma imagem linda do lugar. Achei hiper romântico o parque.

Park de Bakewell

Sabe aquele lugar que você caminha pensando assim: Como pode a natureza nos presentear sempre com lindas paisagens? um lugar hiper calmo para caminhar e apreciar mais um cantinho do interior da Inglaterra que nos surpreende por onde se passa.

 

Quando Alfredo, o Grande, morreu em 26 de outubro de 899, ele foi sucedido por seu filho Eduardo, o Velho, como Rei de Wessex. Edward, o Velho, foi coroado Rei em Kingston upon Thames em 8 de junho de 900. Edward perseguiu uma invasão do norte da Inglaterra que anteriormente estava sob o controle dos dinamarqueses.

Edward, o velho, é mais conhecido por sua reconquista de toda a Inglaterra ao sul de Humber após as invasões vikings do século anterior. Por volta de 917, sua irmã mais velha tomou Derby, que então se tornou a fronteira norte do reino do rei Eduardo. Por volta de 920, o Rei Eduardo construiu um forte em Bakewell e o Cronógrafo anglo-saxão relatou que, após a construção da fortaleza em Bakewell, o rei dos escoceses, Rægnald e todos aqueles que viviam na Nortúmbria, ingleses, dinamarqueses, nórdicos e, também, os galeses de Strathclyde escolheram Eduardo como pai e senhor. Esta foi a época em que o estado-nação da Inglaterra surgiu pela primeira vez. Foi também a época em que a principal religião dessa nova nação converteu-se do paganismo ao cristianismo.

A ponte medieval de Bakewell

 

Na foto acima sobre a Ponte Medieval  só está aparecendo dois arcos (fotográfa amadora mesmo kkk) na realidade é uma ponte com cinco arcos, sobre o rio Wye e foi construída no século XIII e é uma das poucas remanescentes deste período.

 

 

 

 

 

 

 

Milhares de cadeados com nomes de casais estão nessa ponte, alguns com dedicatórias e promessas de amor eterno. Um graça.

 

Bakewell detém muitos tipos diferentes de eventos ao longo do ano, com um dos principais sendo o seu próprio show agrícola anual. Este show, que é conhecido como Little Royal, é sempre encenado na primeira quarta e quinta-feira de agosto e traz visitantes e expositores de toda a Grã-Bretanha e também do exterior. Ponte pedonal sobre o rio Wye em Bakewell É um tradicional show agrícola de dois dias que começou na década de 1830 e é o maior show agrícola de tendas no Reino Unido, atraindo cerca de 50.000 visitantes. Há atrações tradicionais, cerca de 250 expositores comerciais, um programa completo de dois dias de entretenimento no anel central, geralmente incorporando uma banda militar e um desfile de veículos antigos.

Nesse ano de 2018 não  haverá um show, pois o solo precisa se recuperar após o mau tempo do ano passado. Os organizadores pretendem voltar em 2019 para o 200º aniversário.

Se você prefere ver um pouco de Bakewell por vídeo, fique a vontade. Estou iniciando um canal no Youtube onde espero, aos poucos, ir colocando por lá vídeos para aqueles que preferem assistir e ouvir, ao invés de ler. Se inscreva por lá para dar uma forcinha no canal, eu agradeço.

Embora a leitura, na minha opinião, ainda é sempre bem vinda quando se trata de adquirir alguma informação e conhecimento a respeito do assunto que possa te interessar. Ler é tudo de bom.

Era isso por hoje.

Obrigada pela sua visita. Você é sempre bem vindo(a) por aqui.

Aproveito para parabenizar todos os pais que aqui me visitam pelo seu dia. 

Um abraço.

 

 

Referências:

http://www.derbyshireguide.co.uk/travel/bakewell.htm