A charmosa cidade medieval de Baldock na Inglaterra

Oi gente

Após uma pequena férias, estou de volta por aqui. É engraçado, quando a gente faz o que gosta, dá saudades quando ficamos um tempinho fora do ar. Peço desculpas, pois nesse tempo de férias até o meu site também aproveitou para tirar umas férias e ficou um fora do ar, mas foi problema com o servidor mesmo viu. kkk Como digo, infelizmente, adoro escrever por aqui, mas fico dependente daqueles que me auxiliam com a tecnologia. Afinal, sou de outra geração que ainda enfrentamos dificuldades com as tecnologias.

Estive em viagem por 3 países da Europa, Inglaterra, Irlanda e Suíça e quero dividir aqui com você o que consegui  ver por lá. Espero que consiga trazer uns posts legais aqui para você que me visita.

Hoje vou falar um dessa pequena e histórica cidade de Baldock na Inglaterra, cidade pequena, charmosa  e acolhedora, por onde começamos essa viagem.  Saiba um pouco sobre ela por aqui…

 

Fomos com o vôo da Tam, saindo de Londrina e fizemos conexão,  no terminal 3 de Guarulhos, fomos diretamente para Londres. Embora seja mais de 10 horas de vôo, dessa vez não pegamos  tanta turbulência e chegamos bem em Londres. Voar é bom, mas estar no chão é melhor (kkk).

Chegamos no aeroporto de Heathrow, o maior da Inglaterra, e como é grande e lindo esse aeroporto. O nosso destino final, onde ficamos hospedados foi na cidade de Baldock. A pequena Baldock está situada bem ao centro da Inglaterra, distante de Londres em torno de 50 quilômetros, menos de 1 hora de viagem de carro.

Viajar para Europa, além de toda a beleza que se vê, em cada canto que  se passa, sem  dúvida é uma oportunidade para aprendermos algo novo sempre. Para imitar o ditado popular “tomar um banho de loja” eu penso que viajar para a Europa é sempre “tomar um banho daqueles demorado de cultura”.

Os museus, arquitetura e diferentes povos nos permite saber um pouco mais sobre a historia  da humanidade. É bonito ver como as pessoas que nos contam sobre os seus patrimônios históricos, são orgulhosas em falar sobre a sua terra, sua cidade e seu país. Todos tem lá os seus problemas internos que só os moradores sabem bem, mas quando se trata de falar aos turistas, percebe-se que há um amor por traz de tudo isso.

Acredito que é o que acontece com a gente também. Vivemos em um país com tantos problemas a serem solucionados que só nós brasileiros sabemos bem, mas continuamos a amar a nossa terrinha, com a esperança de dias melhores.

Nessa viagem, fui acompanhar meu marido Ademir Calegari em alguns de seus trabalhos por lá. Ele trabalhando e eu aproveitando a curtir e me aventurar por onde deu. 

Quando voltamos de uma viagem a Europa, sempre fica aquela sensação de quero mais, sempre algo a aprender.

 

O Calegari foi  a trabalho como convidado a ser palestrante em um Evento de Agricultura da Inglaterra chamado de  Groundswell,

Falar a verdade não entendo praticamente nada dessa área de agricultura, mas adoro estar no meio desse público que cuida da nossa alimentação e preserva o solo e o meio ambiente, buscando sempre qualidade de nossos alimentos sem o uso de agrotóxicos.

O evento ficava na área rural, próximo a cidade de Baldock, onde pessoas ligadas a área de agricultura se reuniram, principalmente para trocar conhecimentos sobre a produção de alimentos cada vez mais saudáveis.É incrível como os Europeus estão cada vez mais aderindo os alimentos orgânicos e acredito sem volta para os demais.

 

Olha que legal, enquanto as atividades do evento ocorria o nosso jantar estava sendo preparado aos olhos dos convidados, que afinal estava uma delícia. 

Hotel The George – onde nos hospedamos

Nos hospedamos no hotel George bem central. Super indico caso alguém queira ir para lá. O café da manhã típico inglês, você pede no cardápio, com bacon, ovos fritos, linguiça, etc. além dos outros itens disponíveis para sua escolha. O atendimento foi ótimo dos funcionários, muito atenciosos e educados. O último horário para o jantar se encerra as 21 horas.

Achei interessante essas flores colocadas na janela do restaurante do hotel, são artificias porém bem semelhantes as naturais.

O hotel é bem charmoso. Não sei bem fazer vídeos legais, mas fiz um do hotel para que você possa ter uma ideia. Ainda vou aprender direitinho ok?

Lá no Youtube gente tenho postado alguns videos de viagens, em um canal que criei por lá. Se quiserem fiquem a vontade para se inscrever por lá. É só colocar blogdamaricalegari na pesquisa. Eu agradeço. 

Sobre a cidade de Baldock

Baldock é uma pequena cidade mercantil histórica, localizada no distrito de North Hertfordshire, no condado de mesmo nome. Fica ao norte de Londres, distante 53 km.

Através de assentamentos paleolíticos, neolíticos e da Idade do Bronze mostram que a cidade de Baldock tem sido ocupada continuamente desde os tempos pré-históricos.

 

Visitei essa Biblioteca no centro da cidade, onde você poderá se informar sobre o que a cidade oferece e achei legal que estava exposto por lá um painel sobre a história de vestimentas de várias épocas.

 

Na década de 1140, Baldock foi um centro de mercado medieval. A cidade foi fundada pelos Cavaleiros Templários, uma organização que existiu na Idade Média (1118-1312), com a finalidade de proteger os cristãos que voltaram a realizar a peregrinação para Jerusalém.

 

As construções da cidade são do século XIV a XVI, onde ali o antigo e o moderno se misturam em perfeita harmonia. Muito bem cuidada a cidade, com suas lindas flores dando um toque especial a pequena Baldock.

Por estar localizada estratégicamente próxima a Londres, ela foi um importante ponto de parada entre o Norte e Londres, onde antigas estalagens ainda funcionam como pubs e hotéis.

 

Uma de suas construções bem antigas.

Baldock é também um centro do malte, desde o século XVI, se tornando um centro cervejeiro. Aproximadamente 30 estabelecimentos de bebida. Pelo tamanho da cidade, ela apresenta um número considerável de pubs, atraindo visitantes das cidades vizinhas, como Letchworth e Hitchin. (falarei sobre elas nos próximos posts).

 

Bem ao fundo dessa rua, está localizado o Hotel George, facilitando a caminhada para conhecer a cidade.

 

A cidade também oferece os serviços de trem com diversos horários para que se possam locomover nas cidades vizinhas e até mesmo Londres em um espaço pequeno de tempo.

 

Olha que graça essa entrada dessa casa na cidade. É muito capricho.

 

A cidade atrais vários visitantes durante alguns eventos que promovem durante o ano, como Festival de Música, e a famosa Charter fair, para citar dois mais importantes.

 

O que achei muito legal na cidade e é o cartão postal também por lá, é a construção de uma Igreja do ano de 1150 (vou fazer um post específico sobre ela por aqui), construída na época dos Cavaleiros Templários.

 

Abaixo trouxe um vídeo onde vocês poderão ter uma ideia melhor da cidade. ok?

A última vez que tinha para a Inglaterra foi em 1995, mas não tinha passado por esses lados ainda e confesso que, a cada viagem, esse país nos surpreende com tantos locais lindos, históricos e interessantes para se conhecer.

Enfim gente, aos poucos vou trazendo mais novidades aqui para vocês sobre essa minha viagem, com algumas informações, fotos, videos, com histórias sobre a linda Inglaterra. 

Era isso por hoje.

Obrigada pela sua visita. Você é sempre bem vindo(a) por aqui.

Um abraço.