A paciência nas diferentes fases da vida

Oi Gente

O post de hoje tem como objetivo refletir um pouco sobre uma virtude tão importante para o ser humano, a nossa amiga do peito, chamada paciência. Vamos refletir juntos por aqui e pensar a respeito se é ou não é uma virtude, principalmente nesses tempos tumultuados aqui no nosso país…

 

Inspiring people: Dali Lama and Mother Theresa- Beautiful Souls... "Do small things with great love." MT "My religion is kindness." DL:

Como já dizia o Dalai Lama “A paciência… é cultivada através do processo racional de análise… É essencial começar nosso treinamento da paciência quando estamos calmos, e não quando sentimos raiva”.

 

Grandes sábios da nossa civilização, em seus atos, demonstraram muita paciência para deixar uma produção sábia para as futuras gerações. Produções que ficaram eternizados na memória de nós que por aqui estamos.

 

paciência... entender que tudo tem seu tempo. dar o tempo necessário.:

E aí você me pergunta até onde vai a nossa paciência?

Então gente, aí começa  a questão para você refletir, a questão sobre o fato de que  você é aquilo que você pensa, e a forma como você lida com a sua questão. O maior problema que nos tira a paciência, em alguns momentos, é o hábito de achar que você tem um controle sobre tudo. Você já percebeu que se pensar bem, você não tem controle nem sobre o seu próprio intestino? Que muitas vezes é ele quem te controla? Está bom, posso estar exagerando, mas é isso gente. Nós somos sim humanos e, enquanto humanos, não temos esse poder de controle como as vezes chegamos a pensar que temos.

Paciencia... Uma virtude que eu persigo mas nunca alcanço...:

Quantas palavras ditas a mais, ou de forma grosseira, por falta da paciência. Não é muito mais difícil ter que consertar depois? As vezes brinco em casa com meus filhos, que a cabeça está no alto do corpo, e não é a toa, porque ali está o nosso cérebro que comanda tudo e então é por ali que devemos começar nossas atitudes, ou seja, pensar, pensar, pensar e refletir antes de todo o resto. 

A primeira Infância

Você já observou cenas de crianças fazendo imensas birras por qualquer coisa, daquelas, quando quer algo, chega a se jogar no chão? Pois é, a criança atua com o corpo, sabe por que? Porque a sua linguagem, para falar o que quer e está sentindo, ainda é limitada, não tem vocabulários como os adultos para poder se expressar. Mas essa criança está sob os cuidados de seus educadores que, se tiverem paciência, amor e dedicação, vão aprender a entendê-la e ajudar a desenvolver a virtude da paciência, já nessa primeira fase da vida. É fácil falar, você pode estar pensando, mas educar filho gente dá trabalho sim.

Sei muito bem que educar um ser humano é uma das tarefas e desafios mais difíceis da nossa existência, por isso que não tem um manual pronto como os aparelhos que a gente traz em casa. Criar e educar um filho você, como papai e mamãe ou cuidadores,  tem que urgentemente adquirir essa virtude chamada paciência. Fala a verdade gente, os filhos não são o que temos de melhor? ou, ainda, o que pudemos produzir de melhor nessa vida? Então, só que tem que ter trabalho, ninguém vem pronto e esse trabalho é sim dos papais. Por isso, pensar em ter um bebê é algo de muita reflexão entre o casal e um filho tem que ser muito desejado para que todo esse trabalho seja encarado como algo desafiador, mas muito prazeroso e gratificante.

Já aconteceu com você assim? Quando você retorna para  casa e tem um bebê ou uma criança nessa fase de idade,  você chega, as vezes, chateado(a) e cansado(a) e eles te olham com aquele sorrisinho de quem te ama e só tem vocês para ele, parece que tudo vale a pena? É assim gente, filho, se você realmente desejá-lo, sempre vale a pena. 

Agora vou falar de um modo bem simples, para que todos entendam por aqui: filhinho(a) não é um objeto de decoração, que você vai na loja compra, põe em uma mesa para enfeitar a casa e lá ele fica quietinho, ou compra roupinha bonita, tira fotos e mostra para os parentes e amigos. Filho(a) é seu, precisa de você, é dependente de você, principalmente nessa fase, e eles (as) são aqueles que realmente te amam de verdade. Se abram para receber o amor deles. Criança não tem apenas que receber amor dos adultos, elas precisam também de alguém que queiram receber o amor que elas querem dar.  

E você que tem filho adolescente, ou é um adolescente, ou ainda, já foi um adolescente, pense aqui comigo um pouco sobre essa outra fase do nosso desenvolvimento…

A falta de paciência do adolescente 

Você já percebeu, quando um adolescente tem uma festa no final de semana por exemplo, ele (a) já começa a ficar desesperado uma semana antes? Ele (a) quer saber como vai, com que roupa vai, se vai ou não vai e, as vezes, os pais naquela correria do dia a dia, chega  a brigar por coisas que para os pais são simples, pois já estão em outra fase de vida, mas lembrem-se que para o adolescente isso se torna um problema sério, típico da idade, com suas inseguranças, com a sua necessidade de se mostrar na festa, necessidade de manter relacionamentos, se posicionar como adulto e, acreditem, isso gera muita ansiedade e sofrimento para eles, pois talvez ainda não tenham todas as habilidades necessárias, elas precisam ser aprendidas.

Você papai e mamãe tem que olhar com carinho para essa questão dele, e procurar escutá-lo dando valor a essa fase, esse momento de novas descobertas e que precisam “desmamar” para poderem se posicionar como um indivíduo, com nome próprio e respeitando aquilo que de agora em diante começa a fazer parte das suas escolhas. Mas, lembrando ainda, que ele está longe de desenvolver essa virtude que é a paciência.

Não é a toa que, nessa fase da vida, acontecem muitas “escorregadas” nos comportamentos desses jovens. (que precisam deixar de ser criança, porque a idade cronológica lhe solicita isso, mas, nem sempre,  a idade psíquica  acompanha esse crescimento fisiológico), e é de tentativas e erros que eles vão adquirindo sua independência para poderem ser adultos atuantes em nossa sociedade. E quem poderá ter paciência, com essa fase, se não os seus pais e educadores?   

Conforme o tempo vai passando e a maturidade vai chegando, a paciência tende a ser cada vez mais desenvolvida. Você pode estar pensando assim, nossa conheço muitas pessoas que já estão velhos e não tem paciência para nada. Então será que atingiram a maturidade? Talvez não tenha visto ainda a sabedoria da vida, não teve acesso sobre a importância da paciência em sua própria vida. Por isso gente, cada pessoa é uma pessoa, cada um tem o ritmo de seu desenvolvimento. Você é único nesse mundo e a sua vida pertence a você e é somente sobre ela que você pode responder. Lembre-se das suas questões na adolescência, para ter paciência com seus adolescentes. Mas agora, se você já é um adulto, pode estar perguntando assim, por exemplo: 

Sou hiper ansioso(a) e a minha paciência é muito curta, o que faço com isso?

Primeiramente você precisa admitir que a sua falta de paciência, as vezes, já tem te prejudicado na forma que você vem se relacionando com as pessoas, com seus negócios, com seus familiares e seus amigos e, quando você consegue ver que tem algo de errado aí com você é preciso sim admitir e ver isso de perto. Afinal, você sabe que sofre depois de algum momento que perdeu a paciência, não é mesmo?

As vezes você conseguirá lidar com isso sozinho, pensando, refletindo, se observando e tentando segurar a barra um pouco. Mas, as vezes, você  até sabe sobre a sua falta de controle, mas não consegue lidar com isso sozinho, mas, percebe sim que você só tem perdido com isso. Então, é hora sim de procurar uma ajuda profissional, um psicólogo que vai ver e falar sobre esse seu sofrimento e, se for de seu desejo, vai poder tratar não somente essa mas talvez outras questões que, sem dúvida alguma, facilitará as suas relações.

Enfim gente, o objetivo desse post foi para que pudéssemos pensar sobre a tão necessária paciência, a qual nos traz mais ganhos do que perdas. A paciência é uma virtude que pode ser construída desde pequeno, na educação de uma criança, mas que pode sim, também, em qualquer das outras fases da vida ser desenvolvida. Para isso basta você querer. Afinal ninguém nasce pronto e estamos em contínuo processo de desenvolvimento e isso se faz diariamente. Você sabe muito bem que já não é o mesmo que foi o ano passado.

Era isso por hoje.

Obrigada pela visita. Você é sempre bem vindo(a) por aqui.

Um abraço.