Dica de Filme: Lado a lado ou Stepmom

Oi gente

Hoje trouxe para você essa dica desse filme que é baseado em fatos reais. Se você já o assistiu acredito que vá concordar comigo até onde pode chegar o amor de uma mãe pelos filhos. E como os seres humanos podem desenvolver sim a capacidade de entendimento, solidariedade, compreensão, resignação…

 

Stepmom em Inglês para quem não sabe significa madrasta – as vezes brinco com esse termo pois quando eu o aprendi me lembro que para não esquecer essa palavra eu pensava assim, step de pneu ou seja stepmom ou stepmother é o step da mãe, ou seja a madrasta.

Mas o filme gente é muito interessante pois diante de algumas situações inesperadas na vida, muitas vezes o que poderia ser tida como inimiga passa na realidade ser a única esperança para se ter a certeza de garantir alguma felicidade para os filhos.

Então é muito interessante as traduções que fazem com os nomes originais dos filmes. Aqui no Brasil Stepmom = Madrasta, passou a ser Lado a Lado, igualzinho né? Só rindo (kkk).

SINOPSE:

Filme de 1998  – Um Drama  Diretor: Chris Columbus

Atores e atrizes: Julia Roberts, Susan Sarandon, Ed Harris, Lia Aiken e outros.

 

O filme conta a história de uma família, um casal e dois filhos, que já estava passando por uma situação de elaborar uma separação. Isabel é uma fotógrafa de moda e se apaixona pelo pai das crianças divorciado. A grande função de Isabel era ganhar o amor dos filhos do seu novo amor. Mas Jackie, a mãe das crianças, não aceitava que alguém pudesse tentar exercer o papel de mãe de seus filhos, ou seja que ninguém poderia ocupar o seu lugar.

Jackie no decorrer do filme recebe a triste noticia de que tem um câncer terminal e a partir daí a sua conduta devido a doença toma um lado bem diferente daquele que vinha acontecendo.

 

http://https://youtu.be/qrPH0PMmIqE

Um filme que se torna interessante na medida em que possibilita refletir sobre situações da vida que se apresenta em momentos inesperados e que faz com que suas concepções sobre o modo de viver sejam todos revistos.

Se não viu ainda, e está sem um palpite para um filme, acredito que esse vale a pena sim.

 

Era isso por hoje.

Obrigada pela visita.

Um abraço.