Fatos e fotos da moda de 1920 a 1930

Oi Gente

O post de hoje é sobre a história da moda no período de 1920 a 1930. Fatos e fotos que permearam esse período da história da moda. Você poderá ter uma ideia de como a moda acompanha os tempos e como as tendências de cada época são reflexos dos acontecimentos sociais…

 

anos-20

Primeiramente vamos aos fatos que ocorreram nesse período. A década de 20, foi também conhecida por “os anos loucos”devido as grandes transformações ocorridas nesse período, após o término da primeira guerra mundial.

ALGUNS FATOS DESSA ÉPOCA QUE MUDARAM O MUNDO

Resultado de imagem para imagens término da primeira guerra mundial

término da primeira guerra mundial

  • A primeira Guerra Mundial (1914-1918) deixou muitas marcas, mas também deu uma grande força e influenciou a grandes mudanças, que ocorreram na década seguinte, em vários  países de uma forma em geral.

Resultado de imagem para sociedade nos anos 20

  • Foram anos da libertação da mulher, onde passavam por uma liberação se comparadas às mulheres das décadas anteriores. Agora elas fumavam em público, usavam batons vermelhos, meias finas, vestidos na altura dos joelhos, se livraram dos famosos espartilhos, dirigiam carros, iam as praias de maiô, embora ainda inteiriços.  As mulheres nos Estados Unidos, após 80 anos, recebiam o direito de poder votar.
  • Nos Estados Unidos, a partir de 1921, ocorre um alto desenvolvimento econômico dando assim maior poder aquisitivo a classe média e incentivos ao consumo;
  • A ford popularizava o seu carro, passando seu valor de 950 dólares, na década anterior e, em 1927, a 259 dólares, dando acesso a grande número de pessoas a ter seu próprio veículo, surge também o semáforo de três cores;
  • “Paralelamente, as classes médias urbanas foram tomadas pelo desejo de enriquecimento rápido o que estimulou o comércio desenfreado de ações na Bolsa de Valores. A quebra da Bolsa de Valores, em outubro de 1929, estanca a prosperidade econômica, leva a população urbana à miséria e os fazendeiros à ruína. ” (http://www.ensinarhistoriajoelza.com.br/1920-a-decada-dos-contrastes/ – Blog: Ensinar História – Joelza Ester); 
  • Na Itália Mussolini assume como primeiro-ministro no ano de 1922 e foi um dos fundadores do fascismo na Itália;
  • Na Alemanha Hitler, em 1925, reorganiza o partido Nazista;
  • Na literatura, na música e todas as áreas culturas ocorreram uma grande evolução. É o jazz em expansão; o rádio passa a ser um canal de divulgação e informação pública com alcance cada vez maior;
  • O cinema se apresentava como forma de lazer de um grande número da população, era os tempos de Greta Garbo, Charles Chaplin, O Gordo e o Magro, entre outros que conhecemos até hoje;
  • O Zepelim, dirigível rígido, faz seu primeiro voo transatlântico dos EUA a Europa;
  • Surge a televisão no ano de 1925;
  • Quanto a moda, com a modernidade chegando, os vestuários foram também sendo modificados e aquele estilo da Belle Époque já não atendia mais as necessidades da mulher e do homem moderno; havia então a necessidade de facilitar o movimento do próprio corpo para atender e acompanhar as novidades dessa época.

FATOS NO BRASIL

  • No Brasil, ainda era a República Velha; mas também aqui começavam grandes mudanças;
  • Em 1922, surge a Semana da Arte Moderna, visando discutir e valorizar as origens brasileiras; até então éramos seguidores do que acontecia fora de nosso país;
  • Os intelectuais brasileiros também começaram a ver que a influencia europeia já não deveria ser o centro de tudo e o que se procurava aqui entre os artistas era encontrar a identidade brasileira; 
  • A música, a literatura, as artes foram buscar uma identidade brasileira, resgatar os valores tipicamente brasileiros, o nosso folclore;
  • Getúlio Vargas se aproxima então dos intelectuais, pois já percebia que não dava mais para desconsiderar o desejo do povo brasileiro;

 

E A MODA COMO SE APRESENTAVA DENTRO DE TODO ESSE CONTEXTO?

Como já foi dito por aqui no post: Fatos e fotos da moda entre 1910 a 1920,  durante a primeira guerra mundial, a altura dos vestidos já atingiam o tornozelo para que a mulher pudesse ter maior conforto e agilidade dentro de suas vestimentas.

No após guerra, na década de 20 o cumprimento sobe mais um pouco, ficando agora na altura dos joelhos e a cintura também não há mais a necessidade de ser tão apertada, como antigamente. Os vestidos começam a ser mais soltos, acompanhando assim a liberação dos movimentos femininos.

1920

moda-1920-1

Observa-se os vestidos na altura dos joelhos, e os vestidos então mais soltos ao corpo.

 

vestido-de-noiva

Até mesmo vestidos de noivas foram mais simplificados, sem o alto custo. “Projetado com os laços antigos para uma noiva, este era original mesmo quando novo. Com um pequeno trem de volta, ajuste relaxado e laço de qualidade de herança, o vestido encantadora seria perfeito para um casamento informal.” https://www.vintagetextile.com/new_page_27.htm

vestido-de-novia-2

charleston

Para dançar o Charleston, “dança vigorosa popular, caracterizada por movimentos de braços e projeções laterais rápidas dos pés. Originalmente era dançada pelos negros do sul dos Estados Unidos e recebeu o nome cidade de Charleston, na Carolina do Su.,”  as jovens necessitavam de ter os vestidos e saias mais soltos e curtos, uma vez que os movimentos das pernas. 

“As mulheres agitam os vestidos curtos, de cintura baixa e muitas franjas e, ao som do charleston, balançando os longos colares de cristal ou ondulando as plumas e os leques. As mãos cruzavam e descruzavam sobre os joelhos, levemente curvados cobertos por meias de seda em tons de bege, sugerindo pernas nuas, que se encontam e se afastam, seguindo o ritmo frenético”. https://pt.wikipedia.org/wiki/Charleston_(dan%C3%A7a)

1920-jovens

Jovens com seu vestuário para o dia a dia

Dois importantes estilistas ditaram a moda nessa época, Paul Poiret e Gabrielle Bonheur Chanel.

paul-poiret

Paul Poiret

chanel_cel

Chanel

“O estilista Paul Poiret teve uma grande participação nisso, mas quem realmente mudou a cabeça e os guardas-roupas das mulheres da década foi Gabrielle Bonheur Chanel. Com o estilo à la garçonne inspirado por Paul Poiret, o legado de Coco Chanel perdura até hoje. Coco Chanel criou a típica mulher dos anos 1920. Suas linhas simples e peças roubadas do guarda-roupa masculino resultaram em criações atemporais, como o vestido preto básico, o conjuntinho de tweed, a combinação cardigã, blusa e saia e a primeira calça feminina, só para citar alguns.” http://www.teoriacriativa.com/para-inspirar-moda-na-decada-de-1920/

chapeu-cloche

Chapéu Cloche

” O chapéu, até então acessório obrigatório, ficou restrito ao uso diurno. O modelo mais popular era o “cloche”, enterrado até os olhos, que só podia ser usado com os cabelos curtíssimos, a “la garçonne”, como era chamado. http://almanaque.folha.uol.com.br/anos20.htm

1921-as-mocas

1921

1921-moda

1921

 

1923

1923

1924-casamento

1924

1925-mocas-w-carro

1925

calcinha-dos-anos-de-1925

1925

La mode à Ascot (Grande-Bretagne), en 1925. RV-67520

La mode à Ascot (Grande-Bretagne), en 1925. RV-67520

1925

1926-vogue

1926

1926-moca

1926

1926-na-moda

1926

1927

1927

1928

1928

masculina-1928

1928

anos-30-1

1930

Enfim gente, dá até para entender esse período da história, pós primeira guerra mundial, chamado e conhecido por anos loucos. Imaginem a vontade que as pessoas tinham de viver alegremente, de curtir os novos tempos, após  tanto sofrimento. Era chegada a hora de libertar-se de tantas amarras do passado e das perdas de uma guerra. Momento de reconstrução.

Era isso por hoje.

Obrigada pela visita. Você é sempre bem vindo(a) por aqui.

Um abraço.

 

Referências: Estão inseridas no texto.

Fotos: Pinterest, Google