Londrina – 2º Quilt & Craft Show

Oi Gente

Para você que curte Patchwork, artesanato e algo mais relacionado, o post de hoje é sobre esse Festival Nacional de Patchwork e Artes Afins que teve aqui em Londrina, no último final de semana. Embora não tenha ficado por lá o número de horas que gostaria, mas deu tempo de trazer para você um pouco do que vi por lá.

 

IMG_8066[1]

 

Londrina – 2º Quilt & Craft Show

IMG_8061[1]

O Festival se realizou no nosso parque de Exposição Ney Braga, que fica na saída de Londrina para a cidade vizinha chamada Cambé.

IMG_8063[1]

Logo na entrada, no Festival,  estavam expostos alguns quilts uma graça. É interessante perceber como o patchwork entrou com tudo aqui no Brasil.

Para aqueles que não sabem sobre o que é quilt e patchwork, vou falar rapidinho então: São trabalhos realizados, em sua grande maioria, com retalhos de tecido.É a união de pedaços de tecidos, nas mais diversas formas e cores, os quais vão formando desenhos.

IMG_8064[1]

“Os trabalhos de patchwork podem ser desenvolvidos com a utilização de diversas técnicas e, geralmente, utilizam manta acrílica para criar um efeito acolchoado.” Para fazer os arremates é a hora de realizar algumas costuras, chamada de pespontos, o qual se dá o nome de quilt.  Esse tipo de trabalho pode ser realizado todo a mão ou a máquina de costura.

IMG_8067[1]

 

IMG_8062[1]

Utilizando-se da sua criatividade, e após aprender algumas técnica necessários para iniciar os trabalhos, assim como qualquer trabalho o tempo vai melhorando a sua habilidade, conhecimento para desenvolver lindos trabalhos.  Você pode fazer vários produtos com essa arte, desde pequenas almofadas, como colchas por exemplo.

IMG_8070[1]

Há registros desses tipos de trabalhos manuais  desde 3.400 A.C. “No Egito antigo, os faraós já utilizavam roupas feitas de sobras de tecidos, para serem usadas sob as armaduras de ferro”.

IMG_8073[1]

 

IMG_8075[1]

Nessas feiras, além dos trabalhos lindos expostos, a gente vê também todos os materiais e o que tem de novidade para aqueles que se dedicam ao patchwork. E tem sempre novidades surgindo, desde as máquinas de bordar, de quiltar, bem como tecidos maravilhosos e materiais de toda ordem para que possa deixar a criatividade se expandir.

IMG_8071[1]

Hoje em dia, um grande número de cidades brasileiras já ensinam a arte do patchwork. Além de ser muito gostoso poder fazer uma peça ou várias em patchwork ele acaba sendo um momento terapêutico, onde você conhece várias pessoas que curtem a mesma coisa, você pode fazer várias amizades e arrumar um grupo para não só trocar ideias sobre a arte em si, mas falar de vários outros assuntos junto com as amigas.

IMG_8080[1]

A diversidade de materiais existentes hoje por aqui é de deixar a povo do patchwork alvoroçado, quando vai em uma loja, ou uma feira, para escolher tanto tecidos, como acessórios para a execução dos trabalhos.

IMG_8084[1]

Os tecidos digitais então gente são maravilhosos, uns mais lindos do que os outros. Não resisti e acabei comprando alguns e mais dois projetos para realizar umas bolsas de costura, muito lindas. Agora se vou dar conta de realizá-los já é outra história (kkk), mas que vou tentar vou. Assim que me sobrar um tempinho quero ver se consigo. 

IMG_8089[1]

IMG_8094[1]

IMG_8095[1]

IMG_8088[1]

Encontrei essa mãe e filha que se dedicam ao Patchwork aqui de Londrina expondo na feira. Os trabalhos delas são uma graça. Elas fazem umas caixas para bijoux todas em tecido no maior capricho. Ainda quero conhecer a Vila do Patch. As duas são uma simpatia.

Parabéns aos organizadores de mais um evento em Londrina, trazendo para gente novidades e possibilidades de conhecer novos produtos finalizados, bem como as novidades em materiais para a execução do Patchwork.

Resolvi dividir com você um pouco do que vi por lá. Fui e gostei e que bom que a nossa cidade vem valorizando cada vez mais os trabalhos de Patchwork e que hoje, por aqui, já existem muitos locais onde as londrinenses podem não só aprender, como também, fazer desse momento um encontro de novas amizades e troca de experiências.

Era isso por hoje gente.

Obrigada pela visita. Você é sempre bem vindo(a) por aqui.

Um abraço