2019 – Que ano foi esse no Brasil?

Oi Gente

Estamos finalizando mais um ano e a pergunta que me faço e talvez você também: que ano foi esse de 2019? Espero ao final do post chegar a uma única palavra que poderemos responder a essa pergunta. Veja por aqui se concorda ou não comigo….

Acabou...será?

É natural chegar ao final de mais um ano e pensar a respeito sobre o que fizemos, o que vimos e tirar dessa reflexão o que esse ano representou na vida de cada um de nós.

Primeiramente, vamos pensar que bom que estamos aqui finalizando mais um ano, vivos e confiantes para começar novamente mais um ano, o ano de 2020. Mas, ao pensar sobre esse ano de 2019, onde tantos desafios foram colocados, principalmente, diante dos brasileiros, vale pensar um pouco a respeito. Vamos lá então.

Iniciamos o ano, com a mudança de governo, onde sai uma equipe que administrou o país durante 14 anos e a perda das eleições pelo PT, praticamente, dividiu os brasileiros quanto a forma de pensar um novo Brasil.

Uma nova equipe de governo, de certa forma, cria expectativas de melhora para o país, mas ao chegar ao final de 2019 observa-se ainda resultados pequenos diante de tanta esperança que foi colocada em nível de mudanças.

Janeiro

01 de janeiro – Jair Bolsonaro sobe a rampa do Palácio do Planalto com sua esposa Michele. O presidente eleito tira do governo 14 anos de poder do Partido dos Trabalhadores e 06 meses de Michel Temer do PMDB, em mais uma tentativa de uma melhor administração do País, com a promessa de acabar com a corrupção no país.

É comunicado a extinção de alguns Ministérios, como o Ministério do Esporte por exemplo que foi incorporado ao Ministério da Cidadania, juntamente com o Ministério da Cultura e Ministério do Desenvolvimento Social;

O famoso médium João de Deus choca o país com denúncias de estupro e violência sexual;

20 de janeiro – O governo Bolsonaro entrega no Congresso a proposta da Reforma da Previdência;

25 de janeiro – o triste rompimento da barragem de Brumadinho, onde foram registradas mais de 200 mortes e desaparecidos, sendo considerado o segundo maior desastre industrial do século, deixando os brasileiros “revoltados” por tanta imprudência quanto a segurança, haja visto já ter passado por um tragédia dessas no caso de Mariana em 2015.

Fevereiro

O triste episódio da tragédia com os meninos do Flamengo que morreram queimados, devido a inadequada estrutura onde os mesmos ficavam alojados, bem como o caso da mãe de 22 anos que jogou a criança recém-nascida do apartamento;

A morte do jornalista Boechat e o piloto do helicóptero;

O número de acidentes causados devido as chuvas no Rio de Janeiro;

O caso do jogador Daniel que assustou o país;

A novela no congresso para as mudanças na previdência;

Março

Os problemas com chuvas em São Paulo, causando mortes, desaparecimento e pessoas sem abrigo;

O massacre ocorrido na escola em Suzano, onde dois jovens tiraram a vida de inocentes (5 alunos e dois funcionários) e deixando os sobreviventes em estado de choque;

A série de feminicídeos que aconteceram no país, sendo que as vítimas foram assassinadas, na maioria dos casos, pelos seus companheiros.

Abril

O Campeonato Brasileiro de Futebol da série A, passa agora a ter o Árbrito Assistente de Vídeo, uma nova tecnologia nesse tipo de esporte;

08 de abril – A cidade do Rio de Janeiro ficou em estado de emergência. Durante a noite a forte chuva que caiu na cidade, Em 22 anos, foi a maior chuva da cidade e deixaram 10 mortes.

12 de abril – Dois prédios desabam na zona oeste do Rio de Janeiro, deixando 24 mortos na comunidade de Muzema;

Maio

No dia 15 de maio um grande número de manifestantes vão para a Avenida Paulista, em São Paulo, protestar contra o corte de verbas para educação realizada pelo MEC.

A prisão do ex-presidente Michel Temer, também acusado de corrupção. Michel Temer foi solto pelo Supremo Tribunal Federal para responder em liberdade.

27 de maio, em Manaus, 55 presos são mortos em uma briga interna no presidio;

Miguel Nicolelis, neurocientista brasileiro foi o lider de uma pesquisa que fez com que dois paraplégicos voltassem a andar;

Junho

O início do mês de junho foi marcado com a divulgação de conversas de Sergio Moro, atual Ministro da Justiça e Segurança Pública, com membros da força-tarefa da Lava Jato;

O jogador Neymar é acusado de estupro pela modelo Najila, em Paris, e de publicar fotos íntimas;

Um avião da FAB (Forças Aéreas Brasileiras) foi interditado na Espanha por ter encontrado em seu interior 39 kg de cocaína;

Julho

10 de julho – É aprovado na Câmara dos Deputados, em primeiro turno, o texto-principal sobre a Reforma da Previdência;

29 de julho – Mais uma rebelião com mortes nos presídios do Brasil. Dessa vez foi em Altamira no Pará, com a morte de 62 presos;

Brasil registra aumento de novas infecções por HIV, no periodo de 2010 a 2018, de acordo com relatório de orgão responsável por epidemias da ONU, enquanto a média mundial apresentou baixa;

Ministério da Educação (MEC) anuncia que parte da aplicação do ENEM será digital no próximo ano de 2020, como um projeto piloto;

Agosto

Agosto 2019 – A volta da dupla Sandy e Junior em um show em São Paulo, marcando 30 anos de carreira;

27 de agosto – O aumento de queimadas na Amazonia chama a atenção internacional para esse problema. Com 31 mil focos o mês de agosto termina com o triplo de queimadas na Amazônia.

Aumento do caso de Sarampos em São Paulo, Ministério da Saúde entrou em estado de alerta intensificando as campanhas de vacinação contra a doença;

No dia 28 de agosto IBGE divulga o aumento da população brasileira no ano de 2019, passando de 208,4 milhões para os atuais 210,1 milhões de habitantes.

Setembro

Resultado de imagem para setembro amarelo

O mês de setembro também foi o mês de setembro amarelo, chamando a atenção para a questão do suicídio. O dia 10 de setembro foi escolhido, desde 2003, como o dia mundial de prevenção ao suicídio, como forma de chamar a atenção, através de campanhas, para alertar a população e incentivar a discussão sobre essa triste realidade, onde as estatísticas tem demonstrado um aumento considerável no número de suicídios. É preciso falar e encarar de frente esse problema, pois 90% dos casos, segundo OMS, tem prevenção.

20 de setembro – A pequena Ágatha de 8 anos é baleada dentro de uma Kombi no Complexo do Alemão, deixando toda a comunidade indignada com a atuação da polícia.

Ocorre o incêndio no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, em Goiás, afetando em torno de 3 mil hectares.

Outubro

Vazamento de óleo foram responsáveis pelo aparecimento de manchas em 250 praias do Estado do Nordeste;

A campanha do outubro rosa de 2019 com o slogan “Cada corpo tem uma história. O cuidado com as mamas faz parte deles”, teve como objetivo a prevenção primária e a detecção precoce do câncer de mama.

Novembro

No primeiro dia do mês de novembro a Polícia Federal divulga que o principal suspeito sobre as manhas de óleo nas praias brasileiras do Nordeste é o Navio grego Boubolina. O vazamento deve ter ocorrido no mês de julho à 700 km de distância da costa brasileira em águas internacionais.

O ex-presidente Lula sai da prisão, após 580 dias, devido a decisão do Supremo Tribunal Federal por 6 votos contra 5 de que “um condenado só pode ser preso, após o trânsito julgado (final dos recursos);

22 de novembro – A triste notícia da morte do apresentador Gugu Liberato, ocorrida na Florida, devido a um acidente doméstico;

24 de novembro – O time do flamengo é recebido no Rio por milhares de torcedores, após ter ganho a Taça Libertadores da América. Esse ano, Flamengo ganhou o campeonato carioca, o brasileiro, os libertadores da América e, infelizmente, perdeu o mundial contra Liverpool, em dezembro.

Resultado de imagem para novembro azul

O novembro azul sobre a prevenção de câncer de próstata, levando um novo olhar para a saúde do homem.

Dezembro

20 de dezembro – A polêmica sobre os radares nas rodovias, presidente diz que é apenas fotos visando a educação, enquanto AGU diz que gerará multas aos infratores; https://brasil.estadao.com.br/noticias/geral,apos-bolsonaro-falar-em-efeito-educativo-de-radares-agu-diz-que-aparelhos-vao-multar-nas-estradas,70003133071

Enfim, a palavra que se pode pensar sobre esse ano de 2019, para nós brasileiros, é a palavra espera – espera de um novo governo para o Brasil, espera de mudanças na economia, espera da diminuição da violência, espera por dias melhores e esperando chegamos ao final de mais um ano.

Chegamos finalmente ao final de 2019, um ano de muita expectativa, porém com um mínimo de resultados positivos esperados. Mas, os brasileiros são um povo guerreiro, lutador e persistente. É como compará-lo com o bambu que vem as ventanias e tempestades, a planta enverga mas não cai e assim, novamente com a chegada de 2020 continuamos em movimento, cada um fazendo o melhor de si, acreditando sempre que esse grande país, possa um dia recuperar seus valores de civilização e humanismo, podendo oferecer ao seu povo sofrido um mínimo de qualidade e dignidade de vida.

Que venha 2020, que nós brasileiros continuaremos na luta e na torcida por aqueles que tem a responsabilidade de governar esse país possam deixar suas ganâncias de lado e trabalhar com ética, sabedoria e amor pela a grande nação brasileira.

Desejo um feliz 2020 a você e sua família e aproveito para agradecer aqueles que me visitaram e estiveram por aqui nesse difícil ano de 2019 e que possamos continuar juntos em 2020, cada um dando o seu melhor para que se possa construir um mundo melhor.

Era isso por hoje.

Você é sempre bem vindo(a) por aqui.

Um abraço fraterno.