Um fim de semana na cidade de Rivera no Uruguai

Oi Gente

O objetivo do post de hoje é trazer para você um pouco sobre um final de semana na  cidade de Rivera no Uruguai. Ela fica bem na fronteira entre Brasil e Uruguai e é um lugar, onde brasileiros gostam de atravessar para realizar algumas compras nos Duty Free de lá e divido aqui com você o que conseguimos ver em 2 dias …

Viajar é tudo de bom, uma oportunidade de estar conhecendo novos lugares, novas pessoas, novas culturas e experiências e aproveitar tudo o que uma viagem nos proporciona, fazendo com que a cada viagem a gente possa trazer junto a nossa bagagem de volta, outros olhares, costumes e forma de viver. Adoro tudo isso.

Na minha última viagem ao Rio Grande do Sul, na cidade de Santa Maria, decidimos aproveitar para conhecer a cidade de Rivera, até porque fica apenas a 243 km e, caso queira, é possível ir e voltar inclusive no mesmo dia. Como resolvemos ir e sem aquela correria, resolvemos passar também um noite por lá.

Cada pessoa tem sua forma de viajar. E, sou da opinião, que a melhor forma é aquela que está bom para você. Alguns gostam de seguir horários e roteiros e planejar a sua viagem tudo certinho, sabendo bem o que vai fazer com a melhor segurança possível, o que nem sempre é garantido em algumas viagens, outros gostam de sair com disponibilidade de horários, sem muita rigidez no roteiro. Tem aqueles que quer aproveitar ao máximo uma viagem e dar uma passadinha rápida pelos lugares e, as vezes, nem curtir de verdade e tem outros que não importa que não veja tudo, até porque tudo não dá, e vai no seu ritmo, no seu tempo, curtindo o que der e puder. Por isso isso é muito pessoal e o que vale mesmo é saborear uma viagem da melhor forma para você.

 Viajar é de certa forma correr riscos e, algumas vezes, se deparar com situações que precisamos lidar com paciência, criatividade e sem deixar com que isso nos atrapalhe os ganhos que temos em uma viagem, como um temporal imprevisível desses que se pega de repente na estrada. Mas, tudo faz parte.

Confesso que todos em casa gostamos de viajar,  com um mínimo de planejamento, porém sem tirar o gosto de poder explorar novos lugares sem estar muito presos a horários. Para que possamos ter a liberdade de ir e vir e, até mesmo ficar mais tempo em um determinado lugar que nos agrade, aproveitando as oportunidades que vão aparecendo no percurso de uma viagem.

Como chegamos lá?

Saímos  de Santa Maria, no centro de Rio Grande do Sul, em torno das 9h00 da manhã com destino e, logo no início da viagem, pegamos um temporal daqueles. As 10h00 da manhã, simplesmente escureceu tudo de repente e, infelizmente nem sempre uma foto consegue retratar a totalidade da situação do momento,  mas com a velocidade permitida continuamos acreditando que logo o céu poderia clarear e foi o que aconteceu.

 Sou da opinião e gosto muito de viajar de carro por nos proporcionar admirar o percurso da viagem e, além de observar a natureza, também faz nos refletir como cada pessoa tem lá o seu jeito de viver e ir tecendo sua história. Para mim, uma viagem é uma oportunidade de reflexão.

Santana do Livramento e a última cidade do Brasil e fica bem coladinha em Rivera e foi até interessante quando passamos por Santana do Livramento e de repente já estávamos dentro de Rivera, no Uruguai.

Onde nos hospedamos?

A escolha da hospedagem é outro fator bem importante em uma viagem, principalmente para quem já passou dos 50. Sou da opinião que, dentro da possibilidade de cada um, temos que pensar bem quanto ao custo x benefício de uma hospedagem. As vezes o que você economiza nesse quesito e fica muito mal acomodado, pode pagar essa diferença com outros aborrecimentos.

Entre outros fatores, gosto de pensar sobre a localização, a segurança, bem como a facilidade de oferecer estacionamento, pois quem está de carro o que menos se quer é ter aborrecimento com o mesmo. Como hoje em dia os estacionamentos, por hora, cobram-se o que se quer, é bom lembrar disso na hora da escolha de um hotel. Se puder ficar em um lugar, onde se possa usar o mínimo o carro é tudo de bom, além da economia. 

A alimentação em viagem também considero muito importante, pois o que não queremos de forma alguma é ter algum problema relacionado a isso. Sendo assim, se alimentar bem com muita hidratação também é fundamental.

Ficamos no Rivera Casino & Resort, onde se pode ir ao centro da cidade a pé e oferece algumas comodidades para quem quer aproveitá-lo para um descanso. Os quartos são espaçosos, com camas e colchões que te oferecem uma boa noite de sono.

É um hotel Resort e acredito ser o melhor da cidade, oferecendo um café da manhã bom, achei que poderia ser melhor, e também oferece outras facilidades e um restaurante dentro do Hotel a la carte, onde poderá experimentar alguns pratos da gastronomia uruguaia.

O restaurante do hotel fica na parte térrea, oferecendo comodidades aos seus hóspedes e também é aberto para aqueles que não estejam hospedados por ali.

Um prato bem light,(kkk), mas estava uma delícia. Gosto de viajar sem essa pira de ficar pensando em peso, isso a gente pensa em casa no retorno não é mesmo? Agora, também, não sou daquelas que vou experimentando tudo em uma viagem, ainda prefiro seguir a minha intuição. Os quartos são espaçosos e bem limpos. 

Se você quiser aproveitar para conhecer o Casino a noite, o Hotel fica bem em frente com uma passarela no terraço, onde faz o acesso livremente entre os dois espaços.

Para se hospedar poderá utilizar, no caso dos brasileiros, apenas sua identidade e os pagamentos poderá ser feito com real, peso uruguaio e cartão de crédito internacional, desde que esteja liberado para viagens internacionais. Quanto ao atendimento dos funcionários,  tivemos uma ótima experiência.

No terraço do hotel há um piscina e uma vista da cidade de Rivera. A cidade não é tão grande e vivem por ali, na Fronteira da Paz, harmoniosamente brasileiros e uruguaios. Rivera tem aproximadamente uns 80 mil habitantes e é capital do Departamento Uruguaio de mesmo nome.

Rivera fica bem ao norte do Uruguai e sua distância até a capital Montevidéu é de 500 km. Como cidade de fronteira é muito procurada por brasileiros para realizar suas compras, onde os preços costumam ser mais baratos.

O centro de Rivera oferece um comércio interessante, principalmente em relação a produtos alimentícios. Bem ao centro, como na foto, tem uma espécie de “camelódromo” com todos os tipos de artigos. Mas as compras de produtos importados, como eletrodomésticos, vestuários, chocolates, e produtos em gerais, você deverá ir até os lugares específicos que não daria para ir a pé, ou seja, vá com o seu carro ou quem sabe de taxi.

Onde fazer as compras dos produtos importados?

O Siñeriz Shopping é o maior da cidade de Rivera é o maior Free Shop da cidade, enorme mesmo, e é considerado um dos maiores da América Latina. Ali você encontrará marcas famosas de vestuário, bebidas e alimentação de vários países, bem como eletrodomésticos e todo tipo de produto para as diversas idades. Achei uma graça esse elefante na frente do shopping. Já fiz até um post por aqui sobre elefantes, pois  adoro elefantes.

Na época em estivemos lá, maio de 2018, com o dólar em alta, não estavam tão convidativos os preços dos eletrodomésticos, lembrando que lá tudo se paga a vista. Mas, há uma variedade imensa de produtos e, por outro lado,  mesmo com a alta do dólar, há produtos que vale a pena. Outra observação que precisamos estar atentos, caso queira algum produto em eletrodoméstico é quanto a voltagem. Há uma grande de ofertas deles, porém com a voltagem 220. Há cidades  no Rio Grande do Sul que utilizam essa voltagem, porém, aqui no Paraná, a maioria é 110. 

Se o seu objetivo é fazer compras, reserve um bom tempo para que possa procurar bem pelos produtos pois sempre tem algo que possa ser interessante e a preços convidativos. Eu, particularmente, achei que a parte da alimentação estava valendo mais a pena.

O Endereço desse Free Shopping: Rua Sepé, 51. Como é uma das atrações turísticas da cidade é muito fácil de encontrar. Aproveitamos a tarde de sábado para dar uma passadinha por lá.

Logo ao lado do Free Shopping, vale dar uma passadinha em um supermercado e aproveitar que já estacionado por ali. Supermercado com produtos uruguaios de consumo diário.

A cidade também oferece outros Duty Free menores que, acredito, quem esteja interessados em compras poderá circular por eles.

O Casino funciona a noite, um “divertimento” para adultos. Aproveitamos para conhecê-lo e não é tão grande como os de Las Vegas, porém muito frequentado por Uruguaios e também brasileiros, que atravessam a fronteira para visitá-lo.

Segundo Dia em Rivera

Aproveitamos a manhã para caminhar pelo centro da cidade e aproveitar para comprar alguns queijos, doces e bebidas nas pequenas e interessantes casas que se encontram por lá. É difícil escolher em qual entrar. Produtos dos mais variados sabores e preços, mas convidativos para nós brasileiros.

É bonito observar a variedade das opções que os uruguaios nos oferecem e, como dica, vale a pena trazer de lá o famoso doce de leite, um dos mais gostosos que já experimentei, com o nome de Lapataia. Se você ainda não o conhece, depois você me conta se estou errada. Uma delícia, produzido em Punta del Este. 

Como era domingo, nem todo o comércio estava funcionando, aproveitamos para dar mais uma volta de carro pela cidade, passar em mais um shopping da cidade e, logo após, retornar para Santa Maria

 

 

 

Melancia – Rivera Mall e Free Shop

Outro lugar interessante para compras, passamos rapidinho somente para conhecer,  é o  Melancia- Rivera Mall e Free Shop.  É isso mesmo melancia, diferente né? também achei.  Com 2 Free Shop – O Rivieira e Neutral Free Shop.

Com um amplo estacionamento, praça de alimentação e demais lojas para todos os gostos e bolsos.

O Endereço: Av. Sarandi, 1700

É um shopping com 33.000 metros quadrados em um único andar. Se quer fazer suas compras com mais conforto e tranquilidade também é mais uma opção em Rivera.

 

Fiz um pequeno vídeo por lá

 

 

 

Retornamos para Santa Maria, com trânsito tranquilo e estrada livre para aproveitar o resto do domingo por lá.

Enfim, mais uma cidade de nossas fronteiras que tive a oportunidade de visitar. Se comparada com a outra que faz divisa com o Uruguai, próximo a Pelotas, cidade de Jaguarão, achei Rivera mais interessante e mais bonita. Em apenas 2 dias é muito pouco para falar sobre uma cidade, pois Rivera apresenta outros pontos turísticos que ficará para conhecer em uma outra oportunidade.

Era isso por hoje.

Obrigada pela sua visita. Você é sempre bem vindo(a) por aqui.

Um abraço.