Quando seu filho vai estudar fora…

Oi Gente

 

image

 

Estou hoje em Maringá, acompanhando minha filha no inicio de sua faculdade de Moda. Foram alguns dias para correr atras e ainda adaptando o apto para que isso se concretize.

Quero falar para você um pouco sobre essa experiência em preparar tudo isso e sobre o que estou por enquanto verificando em Maringá.

Maringá é bem próxima de Londrina, o que facilita a nossa vida nesse sentido. Porém, quando se trata de você verificar um lugar onde vai deixar um filho para morar, é claro que todo e qualquer pai e mãe vem com um olhar diferente para a cidade.

 

image

Foto próxima ao apto alugado

O que tenho observado em Maringá e que, embora ainda seja por, pouco tempo, é que todos os contatos que tive no comercio aqui de Maringá, até o momento  as pessoas foram muito gentis com a gente, os vendedores todos solicitos, funcionários da faculdade, porteiros do prédio. Estou mesmo admirada com isso aqui em Maringá, ou posso dizer até mesmo surpresa.

imageOlha ai o prédio verdinho bem próximo a Faculdade

Na minha opinião o ideal é tentar morar o mais perto possível da faculdade, uma vez que é esse o objetivo de estar lá. Pois além de facilitar a vida do estudante, não precisando perder muito tempo com deslocamento, ainda o custo benefício nesse caso é sem dúvida garantido, Além de poder aproveitar as facilidades que a faculdade oferece nos horários em que não estão tendo aula e ainda, é um modo de estar focando para o estudante o objetivo que fez ele(a) estar lá.

 imagepróximo a unicesumar o bairro oferece praticamente tudo o que o estudante necessita. Essa rua é lateral mas na frente tem mais comercio ainda.

 image

Então gente, toda essa parte não é fácil, é trabalhosa na verdade. Mas a questão maior nesse sentido é na realidade o momento de ver que seus filhos cresceram e vai chegando a hora de passar momentos separados. No meu caso, agora é a minha caçula.

Vou confessar algo por aqui:  até hoje ainda não me acostumei com o fato de estar longe do meu outro filhote que estuda no Rio Grande Sul, o que é mais difícil ainda devido a distância. Mas, depois de muito choro, lidar com as saudades e aceitar, aprendi que as vezes a gente precisa se separar fisicamente para que os filhos cresçam e façam cada um a sua história e aprendi também que separar não significa abandonar, até porque como pais estaremos sempre ali no porto, onde os navios vão e voltam.

A faculdade Unicesumar me surpreendeu pela estrutura que vi por aqui, vou fazer um outro post falando especificamente dela.

Era isso por hoje gente. Você é sempre bem vindo(a) por aqui.

Um abraço.