24 mulheres mais poderosas do século XX – (I)

Oi Gente

Estava vendo uma reportagem da revista Time onde ela faz uma lista das 25 mulheres mais poderosas do século XX, resolvi compartilhar com vocês 24 delas, pois uma lá citada Margaret Sanger, não concordo com as suas teorias. Embora a reportagem não seja recente concordo que essas mulheres já deixaram sua marca na história, bem como outras aqui presentes com a gente nesse mundo, as quais já fizeram e continuam fazendo a história.  São mulheres das mais diferentes áreas de atuação. Como resolvi não somente citar, mas falar um pouco sobre cada uma, dividi esse post em 2 etapas para facilitar a leitura. Para quem não viu essa reportagem vale a pena dar uma olhadinha por aqui, para saber quem são elas ….

 

1- Virginia Woolf. (1882-1941) – Escritora Inglesa Londrina (Nascida em Londres) escreveu várias obras literárias, tais como a viagem em 1915, Noite e Dia 1919, O quarto de Jacob 1922, as ondas 1931. Virginia Woolf se suicidou.

2. Jane Adams – (1860 – 1935) –  Socióloga. Após sua visita a um centro comunitário Toynbee Hall, em Londres, foi onde se interessou pelo trabalho social, criando nos Estados Unidos, no ano de 1889 em Chicago, uma instituição social dedicada aos imigrantes e a guarda de crianças com diversos programas educacionais. Sua luta foi pelos direitos da mulher, das crianças e da juventude até a sua morte.

3. Marie Curie  ( 1867- 1934) – Polonesa . Foi uma pesquisadora na Universidade que ganhou dois prêmios Nobel da Fisica. Sua maior contribuição foi a descoberta da radioatividade e diversos elementos químicos (Radio e Polonio). Devemos lembrar que essas áreas de estudo era, naquela época, sempre dominada pelos homens. Morreu na França de leucemia.

4. Golda Meier (1898-1978) – Nasceu na Ucrania, estudou nos Estados Unidos e após seu casamento em 1917 ela e o marido foram para a região da Palestina. Foi a primeira mulher chefe do Estado de Israel de 1969 a 1974. “Estou convencida de que haverá paz entre Israel e seus vizinhos porque milhões de árabes precisam da paz tanto quanto nós. Uma mãe árabe que perde seu filho no campo de batalha, chora tão amargamente como uma mãe israelense na mesma condição”.

5. Coco Chanel ( 1883-1971)- Gabrielle Bonheur Chanel – Estilista Francesa criadora da marca Chanel. A única estilista a fazer parte das 100 mulheres mais famosas do século XX. A jornalista Ingrid Sischy definiu muito bem o trabalho de Coco Chanel para a revista americana “Time”. – Segundo ela, “Coco Chanel não estava apenas à frente de seu tempo. Ela estava à frente de si mesma. Se olharmos para o trabalho de estilistas contemporâneos, veremos que muitas de suas estratégias ecoam o que Chanel já fez. Há 75 anos ela fez uma mistura do vocabulário de roupas femininas e masculinas e criou umamoda que deu ao usuário um sentimento de luxo intimo, em lugar de ostentação; estes são apenas dois exemplos de como seu gosto e senso de estilo ultrapassam a moda atual”.

6. Anna Eleanor Roosenvelt –  (1884-1962) – Foi primeira dama dos Estados Unidos, esposa do Presidente Franklin Roosenvelt no período de 1933 a 1945. Foi embaixadora dos Estados Unidos nas Organizações das Nações Unidas entre 1945 e 1952, foi diplomata e ativista dos direitos humanos. “Se alguém trai você uma vez, a culpa é dele. Se trai duas vezes a culpa é sua”.

Resultado de imagem para Margaret mead

7.  Margareth Mead (1901-1978) –  É uma antropóloga norte americana que foi a grande pioneira na utilização da fotografia etnogrática, tendo se dedicado aos estudos das culturas nativas da Oceania e à temática do condicionamento cultura. Comparou a evolução de crianças e adolescentes samoanas e norte-americanos, demonstrando a influência que a cultura apresenta na formação e comportamento do ser humano.

8. Rachel Carson (1907-1964) – Foi escritora, cientista bióloga e ecologista norte americana. Através do seu livro Silent Spring (1962) ajudou a lançar a consciência ambiental moderna.

9. Jiang Qing (1914-1991) – Foi uma política chinesa, a terceira esposa de Mao Tse-Tung. Dirigiu a revolução cultural das artes. Era radical, foi presa em 1976 após a morte de Mao, seu marido e é considerada a pessoa mais poderosa do regime maoísta (defendia o comunismo com uma visão de que todos os aspectos da sociedade, cultura, politica, economia deveriam estar a serviço de causas ideológicas.

Resultado de imagem para indira gandhi

10. Indira Gandhi (1917-1984)  – Foi a primeira mulher a se tornar chefe do governo da Índia, país que governou durante 18 anos. Segunda palavras dela mesma, desde os 3 anos está envolvida nos assuntos políticos do país, por fazer parte de uma família que lutou pela independência da India.  Indira Gandhi, apesar do mesmo sobrenome de Mahatma Gandhi não tinha parentesco com o mesmo. Gandhi era o sobrenome de seu marido que  veio da mesma casta de perfumistas de Mahatma Gandhi. A coincidência dos sobrenomes ajudou sim Indira na sua trajetória política no País.

Indira Gandhi foi assassinada em 1984, por um extremista sikh, que era um de seus seguranças, devido a disputa entre os siques e hindus. O seu filho Rajiv que a sucedeu espalhou suas cinzas sobre os picos do Himalaia, onde ela pedira para ser jogado seu corpo. Na noite em que Indira morreu, havia dito em um discurso: “Não me importa se perco a vida a serviço da nação. Se morrer hoje, cada gota de meu sangue revigorará a nação”.

Gente

Resolvi publicar essas 10 grandes mulheres hoje  e colocarei as demais nos próximos posts, como dito no ínicio. ok?

Um abraço.

 

Referencias:

http://www.biografiasyvidas.com/biografia/a/addams.htm

Mulheres da História: Golda Meir – Biografia