10 dicas sobre mistura de cores na sua decoração

Oi Gente

Eu encontrei aqui em casa um livro de decoração, da famosa Laura Ashley, que curto bastante, e onde ela fala sobre o uso da cor na decoração e resolvi trazer algumas dicas, sugeridas por ela, para que você possa utilizar quando resolver fazer qualquer decoração em sua residência ou apartamento…

O que Silvia queria ver sempre que saísse de casa? Muitas plantas na varanda, pintada de turquesa (Sherwin-Williams, ref. 6746*). Já na parede da sala, o azul puro é uma textura da Anil Tintas.:

Como já comentei por aqui em outros posts,  tudo que acho legal e acredito que eu possa compartilhar com você que visita o meu blog, tenho o maior prazer em dividir. Qualquer tipo de conhecimento que possa nos auxiliar para a tomada de decisões, acredito que sempre é bem vindo e, como decoração, é um dos assuntos que curto bastante e sempre leio e pesquiso a respeito, vou aos poucos compartilhando com você. Ok?

Sobre quem é Laura Ashley você pode saber em um post que já fiz por aqui, no ano passado. 

O lugar onde você mora

A casa em que moramos tem um significado muito grande para nós como seres humanos. Não sei se você já teve a oportunidade de realizar algum teste psicológico, onde se pedia para desenhar uma casa. Pois é, não é a toa que esse desenho está por ali. Pois, assim como o desenho de uma casa representa o nosso interior, a casa fisicamente falando, também envia mensagens sobre aqueles que ali habitam.

miscelânea do Sig Bergamin...adoro!:

Essa foto acima, é uma foto com decoração assinada pelo Sig Bergamin, eu adoro esse arquiteto e decorador brasileiro, pois o mesmo trabalha com muitas misturas de cores, porém com uma harmonia fabulosa o que faz com que o ambiente por ele decorado apresente um visual lindo e interessante. Mas esse tipo de decoração, para dar o efeito desejado, tem que ser com um profissional muito qualificado.

Agora, quando você quer ser o seu próprio decorador, algumas dicas aqui apresentadas acredito que vão te ajudar.

Sobre o meu livro que falei no início do post, apesar de sua publicação ser na língua inglesa, vou tentar traduzir da melhor forma possível aqui para você as mensagens que achei interessante.

Sobre a Psicologia das Cores

  1. Do mesmo modo que você percebe as cores fisicamente, assim também você reage psicologicamente diante delas; 
  2. As cores podem criar mudanças de humor, que são mais ou menos universal, para o expectador;
  3. De um modo geral, o amarelo eleva o espírito e induz um clima de alegria;
  4. O preto deprime o espírito, assim como o marrom e o roxo;
  5. O vermelho cria uma reação forte em algumas pessoas, e já para outras, encontram energia, e acham irresistível, mas de qualquer maneira não é uma cor repousante, como é o caso do verde. 
  6. O azul induz a reflexão e tranquilidade.
  7. O Branco puro, pode não ser tão repousante assim como alguns pensam.

Quando as cores são misturadas em um mesmo ambiente, aquilo que vai determinar o efeito delas sobre você, é justamente aquela na qual a  quantidade de cor se sobressai comparada com as demais.

As cores por sexo

Só para lembrar como as cores tem conotações simbólicas e está relacionada a cultura de cada país, você já deve ter observado que em nosso país ainda continua sendo o azul direcionado aos meninos e o rosa direcionada as meninas.

A autora nos ensina que, geralmente, cores escuras e fortes, como verde escuro, vermelho, azul marinho, são masculinas, enquanto as cores pasteis mais pálidas com matizes tais como maçãs verdes, rosa são vistas como feminino. No entanto, a combinação dos dois como um romance na cor contrastante como por exemplo um  marrom tabaco com rosa ou cor-de-rosa fúcsia com verde pode dar um padrão masculino.

DSC_0560 Para seu bêbê fIcar ainda mais charmoso . nada como cheirinho de MAMÃE BÊBÊ http://rede.natura.net/espaco/adrianacosmeticos/mamae-e-bebe-65b?_requestid=332235:

Quarto de bebê - Decoração moderninha - branco azul cinza e madeira clara - cômoda e papel de parede de losango ( Projeto: Triplex Arquitetura ):

Ao visualizar esses dois exemplos acima, mesmo sem saber o sexo do bebê o que você deduz? Isso gente é a força da cultura, a conotação simbólica que já está dentro dela. Ou seja, não precisa falar que o seu olhar já te remete para o sexo do bebê.

Por isso, quando se vai trabalhar com cores em países diferentes do nosso, precisa saber sobre as diferenças que cada cultura tem quando o assunto é cor. A cor que significa tristeza em uma cultura, pode significar o contrário em outra, por exemplo. 

image

“Esquemas de cores neutras podem trabalhar muito bem com mobiliário antigo e ambiente clássico, como esta  sala de jantar simples. Papel de parede é muitas vezes evitado em esquemas neutros, mas aqui ele funcionou de forma brilhante em um design monocromático. A lareira creme antiga é o complemento perfeito para as belas pinturas e mobiliário antigo”. (p.19)

Quanto ao Balanço das cores

Geralmente, os esquemas mais bem sucedidos têm uma paleta limitada de duas ou três cores principais, talvez com toques aqui e ali de outras cores. Agora, se você quiser variar a atmosfera, um esquema de decoração tonal pode ser muito eficaz, você pode usar vários tons de uma cor (adicionando ou preto ou branco à cor, mas não mudando a tonalidade).

É importante, quando se usa mais de uma cor, pensar cuidadosamente sobre o equilíbrio de cores. Quanto de qualquer cor que você quer usar, e em que medida ele irá dominar as outras cores usadas? Como regra geral, quanto mais brilhante a cor, menor é a quantidade de que você deve usá-la, pois ela irá dominar todas as outras cores que acompanhar o ambiente.

ACHADOS DE DECORAÇÃO - blog de decoração: DECORAÇÃO: UMA PAIXÃO SEM FIM - UM POST DIVERSÃO:

10 Dicas para a mistura das cores na sua decoração

1- O segredo é tomar nota dos objetos que o cercam, tanto em sua própria casa e na paisagem e ver quais as cores que inspiram você, ou disparam a sua imaginação. 

2- A resposta a mistura bem sucedida reside no equilíbrio entre o elemento de cor, tom e matiz para conseguir o efeito desejado. 

3- O melhor método é escolher uma série de cores que são compensadas de alguma forma com uma intensidade semelhante de matiz, por exemplo, e que, idealmente, deixam branco fora da equação, a menos que você esteja misturando cores neutras juntas.

4- O uso da branca irá depender do efeito desejado e dependerá da quantidade de luz natural no cômodo a ser decorado.

5- Misturar mais de quatro cores, se não souber bem,  provavelmente você terá que ter muita sorte para o efeito desejado. 

6- Duas outras considerações são a quantidade de cores sendo usadas e as proporções para cada cômodo. 

7 – Tente evitar quantidades iguais de cada cor, ao invés, tenha um foco em duas cores com o uso maior e as demais servirão apenas de apoio.

8- Por exemplo, se você já usou uma cor para a parede, certifique-se que ela apareça novamente em um padrão de fundo, como em uma almofada por exemplo.

9- Algumas superfícies pintadas poderá lhe dar a chance de experimentar  combinações de diferentes tons e cores: você pode usar stencils, carimbos de borracha, ou blocos de madeira para criar uma ampla gama de padrões com variações sutis ou distintas dentro da mesma tonalidade,  sem usar branco como um contraste.

10. Outro segredo, importante lembrar, é o uso de tipos semelhantes de madeira ou tecidos. É melhor não  usar vários tipos de madeira, bem como uma gama de tipos de tecido, se você não tiver segurança e conhecimento para isso.

Enfim gente, acredito que decoração é algo que encanta muita gente, até porque ela está em todos os ambientes em que frequentamos. Conhecer um pouco sobre o assunto nunca é demais, mesmo que não seja sua área de atuação, pois pode ser uma forma de você relaxar também, pensando, pesquisando, procurando objetos que lhe agrade, buscando peças que tenha a ver com a sua história de família, viagens  e, quem sabe, se permitindo  inovar um ambiente de sua casa, apto, escritório, que transmita as suas escolhas, o seu gosto, a sua singularidade.  

Casinha colorida: Tendência 2016: tons suaves na decoração:

Era isso por hoje.

Obrigada pela visita. Você sabe que é sempre bem vindo(a) por aqui.

Um abraço.

 

 

 

 

Referência:

LAURA ASHLEY – COLOR-Using Color to Decorate Your Home, Ed. Potter, New York

Fotos disponíveis na web.