Aniversário de 5 anos do blog

Oi Gente

Por incrível que pareça hoje lá se vão cinco anos que estou por aqui dividindo com você um pouco daquilo que tenho vontade de escrever, pesquisar e de minhas experiências e vivências durante esse tempo, como algo que faço com muito carinho, prazer e respeito aos meus leitores que por aqui me visitam.

Quero aproveitar esse momento para agradecer de todo coração pelo incentivo, pelos emails recebidos e pelas trocas de experiências.

Um pouco sobre essa história do meu blog

Já nem me lembro se comentei por aqui como comecei esse blog. Pois é, comecei pelo simples fato de xeretar na internet e achar legal você poder ter um espaço para compartilhar informações, dicas e aquilo que sinto vontade de trazer nesse espaço.

Embora há o costume de dizer ou chamar de blogueira quem tem um blog, não me vejo e nem me sinto como uma blogueira, penso que sou apenas mais uma pessoa comum que resolveu ter um blog.

Comecei o blog, quando estava em uma viagem nos Estados Unidos e mandava notícias por ele, com algumas fotos, principalmente pensando em mandar noticias aos parentes e amigos. Usava a plataforma do Blogger na época, um pouco antes do dia 15 de junho, que foi quando vim para a plataforma do WordPress, onde me encontro até hoje.

Na volta da viagem, pensei em parar com essa história de blog, mas alguma coisa me dizia para continuar. Na verdade eu gostei dessa experiência. Sou uma mulher com mais de 50 anos e com as dificuldades com a tecnologia, confesso que até hoje ainda tenho que aprender muito a respeito.

Acredito que a gente só aprende fazendo e que os erros são normais nessa caminhada e, assim, me permiti a continuar. No início, recebi alguns incentivos e até umas “brincadeiras”, tipo: “Mari mas que história é essa de ter um blog? O que você vai fazer com isso? Para que se expor assim? Não perde tempo com isso, tem tanta coisa mais interessante para se fazer e tal”. E confesso, também, que as vezes até pensei em parar com ele. Mas havia algo de um desejo em continuar e um dia me surpreendi com 100 visitas, em um único dia, no meu blog e já recebendo alguns emails e comentários e aí eu pensava, mas por que essas pessoas vem até o meu blog, e aí comecei a pensar da responsabilidade de se ter um blog.

Quando me sento em frente ao computador para postar aqui aquilo que estou com vontade naquele momento, procuro pensar quem é esse que estará do outro lado lendo ou visualizando o que estou divulgando e isso me leva a refletir muito, pelo fato de não escrever ou falar algo que possa ser mal entendido. Mas, respeitando minha ética e o respeito que tenho com os leitores, procuro ir trazendo por aqui, com cuidado, aquilo que gosto, pesquiso e penso que possa servir para alguém também.

Como não curto ser pressionada por nada e já posso me dar ao luxo de poder nesse espaço escolher o que gosto de postar, não tenho o costume de ficar pedindo um joinha, ou para compartilhar, até porque gosto de deixar a vontade os leitores que aqui me visitam e, quando desejarem, eles mesmo possam dividir algo que gostou com quem se queira.

Hoje, com cinco anos de blog, ainda acho que tenho muito a aprender sobre ele. As vezes, recebo perguntas se ganho muito dinheiro com o meu blog. Até porque, alguns blogs, atualmente, são muito famosos e realmente é a profissão de muita gente, de onde tiram seu sustento.

Dizer que nunca ganhei ou não ganho nada hoje em dia, estaria mentindo, mas pelos cinco anos de dedicação, o que ganho paga as suas despesas e também me deixa um pouco de lucro sim pelo meu trabalho, até porque não faço por enquanto o que deveria para torná-lo bem profissional. E por que não invisto mais por aqui, para se ter um retorno financeiro?

Depois que você já trabalhou muito nessa vida, também sou aposentada e criei 3 filhos e hoje com um netinho que quero aproveitar o tempo com ele, ainda trabalho como psicóloga e amo atender meus pacientes. O blog continua sendo para mim um lugar de desejo e de uma criação que me dá muito prazer. Já interagi como muita gente por aqui, colaborando através de emails e do meu pouco conhecimento para ajudá-los em algumas questões e isso é para mim realizador.

Vale a pena ter um blog?

Nesses cinco anos de minha experiência por aqui, para responder a essa pergunta teria algumas coisas a dizer:

1- Se você realmente deseja ter seu blog, vá em frente e comece devagar e seja o mais honesto possível com sua audiência;

2- Se você tem uma empresa e quer ter seu próprio blog para interagir mais de perto com seus clientes e falar e divulgar seus produtos, acho hiper importante, uma forma de conhecer e fidelizar melhor seus clientes e até mesmo realizar as suas vendas on-line. Vale muito a pena ter algo mais pessoal, nesse sentido.

Os relacionamentos on-line, as vezes, possa parecer algo distante e mais frio, acredito que se possa sim ter interações mais próximas com seus clientes, até porque acima de tudo e de todos, as pessoas sempre serão o maior patrimônio de qualquer empresa, seja seu publico interno, como seus funcionários e fornecedores e, ainda, o mais importante sem dúvida, seus clientes que são a razão do seu negócio.

3- Se você quer ter um blog apenas para ganhar dinheiro, acredito que também é possível, porém você deverá estar pronto e preparado para trabalhar muito e dedicar de coração ao seu espaço, até porque para fazer qualquer post, por mais simples que seja, é algo de você que está ali nessa produção e requer tempo para pensar a respeito e se dedicar.

4- O mais importante mesmo nessa escolha é você querer, desejar e estar disposto a ter paciência e tempo para que ele vá conquistando seus leitores e isso não acontece de uma hora para outra. A não ser que você já seja alguém com muita influência nas mídias sociais ou alguma celebridade. Mas, como todo ser humano, por mais simples que seja, sempre tem algo a compartilhar e está em um processo continuo de aprendizagem, acho muito legal se aventurar em ter um blog.

5- Como qualquer outra profissão, você terá que estar aberto a uma aprendizagem constante, a buscar mais conhecimentos e atualização em tecnologia ou deixar essa parte para aqueles que entendem do assunto e para isso terá que ter um bom investimento, como todo negócio. Na realidade, estou precisando urgente de um profissional assim para me dar um help. kkk

6- Agora, se você, assim como eu, começar e isso te dar uma satisfação naquilo que você faz, tenho certeza que você encontrará seu espaço.

No mundo há espaço para todos, basta acreditar, trabalhar, plantar para um dia quem sabe colher seus frutos.

Me lembro, como estava contando acima, do dia que recebi 100 visitas em meu blog e hoje, conto com uma média de 9.000 a 10.000 visitantes em meu blog diariamente e, embora não saiba nem trabalhar bem com essas estatísticas, já recebi por aqui mais de 5 milhões de visitantes, não só do Brasil, até porque um blog é aberto para todos os países.

Enfim gente, não posso negar que não fico feliz com isso, até porque ele vem crescendo a cada dia, com mais e mais interações, o que me faz me sentir muito mais responsável com esse espaço e com o que posto por aqui.

Aproveito, mais uma vez, para agradecê-lo por fazer parte desses cinco anos de meu blog, amigos, parentes, profissionais que me ajudam nas minhas dificuldades com a tecnologia e todos os visitantes aqui do Brasil e também de outros países e espero poder continuar por aqui, por muito tempo até aonde o meu desejo persistir em estar. Afinal, um blog não me pertence, apenas o administro, pois quem faz um blog ser o que é de verdade, são as pessoas que se identificam com a forma com que o blog se propõe a ofertar.

Era isso por hoje,

Obrigada pela sua visita. Você é sempre bem vindo(a) por aqui.

Um abraço especial e carinhoso a todos vocês que fazem parte desse momento dos cinco anos de meu e que o ajudaram a chegar até aqui. Esse é o nosso blog e que possamos continuar por aqui trocando ideias, experiências, conhecimentos, dicas, acreditando sempre que por mais difícil que seja os desafios de nossas vidas, é possível buscar algo que lhe permita dar um sentido e prazer e esse caminho é individual e cada um deve buscar por si aquilo que se deseja.