Seja bem vindo 2018

Oi Gente

Estamos finalizando mais um ano e se preparando para a chegada de 2018. É natural que façamos uma retrospectiva do que foi esse ano de 2017 para cada um de nós.

Aqui no Brasil, com tantos desafios enfrentados por nós brasileiros, quando pensamos de uma forma geral, pode-se pensar que já tivemos anos melhores, não é mesmo? Mas, para cada um em particular ao fazer suas reflexões sobre esse ano não se pode generalizar pensando que foi um ano difícil para todos. Somos mais de 200 milhões de habitantes, cada um com a sua história pessoal. Para alguns, pode até mesmo ter sido o melhor ano de suas vidas e que bom se fosse assim para todos…

No ano passado, mais ou menos nessa época, fiz um post por aqui sobre a importância de se comemorar a passagem de um ano para outro, quem sabe você tira um tempinho para lê-lo e pensar a respeito:

A importância de celebrar o Ano Novo

Depois de ter passado as festas de Natal, estamos nos preparando para mais uma passagem de ano, onde é o momento de renovarmos as energias para encarar a entrada do próximo. 

É comum, principalmente nos noticiários aqui do Brasil, sermos invadidos a todo tempo com notícias em sua maioria negativas e com tragédias, umas maiores que as outras. Infelizmente, há situações e informações que nos aterrorizam, nos deixam incrédulos e até mesmo desanimados e, nessa hora, nos vem um certo saudosismo de outros tempos. Outros tempos que também apresentavam diversos problemas, mas que talvez não chegassem ao conhecimento de todos, até pelas dificuldades e acesso aos meios de comunicação.

Nos deparamos o tempo todo com injustiças, descasos, situações calamitosas que poderiam ser evitadas, caso nosso país fosse mais bem administrado. Isso acaba gerando uma certa apatia geral, um clima de desconfiança, insegurança, onde todos os valores de uma sociedade vão sendo questionados. E a pergunta que nos cabe: Até quando vamos ter que pagar essa conta?

Penso que, assim como em vários filmes que assistimos, observamos a luta do mal e do bem e torcemos para que o bem vença o mal. Acredito que se optamos pelo bem, muitas vezes esse caminho não é tão fácil assim a ser perseguido e, ainda, verificamos muitas injustiças também a quem só anda por esse caminho.

O que podemos pensar é que, diante de um universo tão grande, nós como seres únicos somos apenas um grão de areia e que juntos poderemos sim unir esses grãos, de uma forma harmoniosa, para que ele não se perca diante de tantas avalanches. Mas, sabemos também  que segurarmos determinadas barras não é lá tão fácil. E ai, podemos questionar:  o que eu, esse simples grão de areia, posso fazer para que o povo do bem possa não deixar que influencias negativas nos afetem tanto ao ponto de, em  alguns casos, até adoecerem?

Podemos sim acreditar, pensar positivamente e tentar ver sempre o lado bom das pessoas, das maravilhas que esse mundo tem a nos oferecer, da saúde que temos, quando tantos lutam por cada minuto a mais para sua sobrevivência. Podemos acreditar que somos capazes, cada um do seu jeito, mais capacitados ou menos capacitados, buscando sempre uma melhor alternativa possível para lidar com os problemas que fazem parte do percurso de vida de cada um. 

Quando optamos pelo bem, apesar das dificuldades que apareçam, é lei do Universo que em um momento algo de melhor venha a acontecer.

O importante é estarmos em movimento, as vezes cometendo erros e aprendendo com eles, as vezes tendo que buscar forças, coragem e energia para superar momentos mais difíceis, mas sempre com a esperança que algo melhor está por vir.

Que cada um de nós possamos fazer o nosso melhor, apesar das limitações impostas das quais nem sempre nos cabem a solução.

Quero terminar esse texto com esse pensamento da Cora Coralina que gosto muito:

 

 

Enfim, que venha 2018, pois se nem sempre a sociedade nos oferece a liberdade que queremos, podemos ter a liberdade dentro de nós,  com a  escolha de trilhar o caminho do bem, com amor, paciência, esperança, escolhas e, acima de tudo, garra. Afinal somos brasileiros e não desistimos nunca e que possamos olhar com amor aquilo de bom que a vida nos oferece.

Quero agradecer imensamente a todos vocês que me acompanharam por aqui nesse ano de 2017 e que possamos trocar experiências e conhecimentos durante os próximos anos, até porque viver é estar aprendendo e se renovando a cada dia.

Um 2018 com tudo de bom para você e sua família.

 

Um abraço

Mari Calegari