Dica de filme: entre o céu e a terra

Oi gente

O post de hoje tem como objetivo trazer aqui para você a dica desse filme, Entre o Céu e a Terra. As vezes, estamos sem uma sugestão para um filme e vamos procurando por acaso e, de repente, a gente resolve assistir um e confesso que esse gostei, principalmente por mostrar a garra de uma jovem em superar tanto sofrimento em sua história de vida e de ser baseado em uma história real.

Caso você ainda não tenha assistido, saiba um pouco sobre o mesmo por aqui…

O filme encontrei no Netflix, com o nome original Heaven and Earth, que se refere a época da guerra do Vietnã e relata a história de uma jovem de um vilarejo, filha de camponeses.

Sinopse:

O filme conta a história de uma jovem vietnamita sonhadora que vivia, em um vilarejo tranquilo, com sua família e  tinha uma vida simples e tranquila de camponesa até o início da guerra.

Com a chegada da Guerra e com tudo que ela traz de ruim aos civis, a jovem Phung Le li (interpretada por Hiep Thi Le) tem sua vida inteiramente modificada e vai viver terríveis situações para garantir a sua sobrevivência. Após ver seus irmãos serem convocados como soldados, dá-se o início de  todo o seu sofrimento. Conseguindo fugir com a mãe para a cidade, vai trabalhar como babá e, enganada pelo seu patrão, engravida do mesmo e foi atirada a rua pela patroa.

Tendo que passar por todas as situações indesejadas para poder sobreviver, Phung conhece um combatente americano interpretado por Tommy Lee Jones que consegue levá-la para os EUA, onde Phung irá viver em outra cultura e enfrenta outra realidade, com novos desafios, porem o seu passado e lembranças a leva novamente para a sua terra. 

Gênero: Drama e Guerra

Direção e Roteiro: Oliver Stone

 

Diretor americano, já foi ganhador de dois Oscars como diretor em Platoon e nascido em 04 de julho.

Atores Principais:

 

Hiep Thi Le

Tommy Lee Jones

Haing S. Ngor

Enfim gente, um filme que traz uma reflexão sobre os horrores de uma guerra, onde pessoas simples com sonhos, tem suas vidas devastadas e nessa luta pela sobrevivência nos mostra como cada um pode suportar os acontecimentos que vão se apresentando, tendo que passar por cima de valores, injustiças e toda ordem de sofrimento.

Era isso por hoje.

Obrigada pela sua visita. Você é sempre bem vindo(a) por aqui.

Um abraço.