Pensar como um gênio é possível?

Oi Gente

O post de hoje tem como objetivo dividir aqui com você algumas informações citadas no livro de Todd Siler, com o título Pense como um Gênio.

Ouvimos sempre falar sobre a importância da criatividade, de ser criativo, inovador, mas isso também tem que ser desenvolvido dentro do ser humano.  Nesse livro, logo no início  faz a seguinte chamada: “Nem todo mundo precisa ser um gênio, mas todos podem aprender a pensar como tal.” Se te interessar te convido a prosseguir com a leitura…

Saiba um pouco sobre quem é Todd Siller

Todd Siler, PhD (nascido em 23 de agosto de 1953) é um artista multimídia americano, autor, educador e inventor, igualmente conhecido por sua arte e por seu trabalho na pesquisa de criatividade. Graduado do Bowdoin College, tornou-se o primeiro artista visual a receber um doutorado do MIT (estudos interdisciplinares em Psicologia e Arte, 1986). Siler começou a defender a plena integração das artes e das ciências na década de 1970 e é o fundador do Programa ArtScience e do movimento.”

“No início da década de 1980, Siler realizou um extenso estudo de gênio em várias disciplinas para ver o que, de qualquer forma, pessoas tão criativas como Einstein e Rachmaninoff têm, ou mais importante, em comum.

Algumas das citações do autor que achei interessante para se pensar

“A maioria das respostas que você procura está escondida em sua mente: desde idéias, produtos, histórias e experiências até confiança e paz interior”. 

“Tornar-se mais original no modo de pensar e empregar a criatividade com mais eficiência são as chaves para melhorar a qualidade da sua vida. Ser um gênio não significa ter que viver sempre em algum fantástico mundo de idéias. Também inclui o uso do bom senso”.

De acordo com o psicólogo Haward Gardner – “existem tantos tipos e facetas de gênio quanto formas de inteligência. Em vez de discutir categorias e qualidades, empregaremos o termo para descrever o nível mais elevado de pensamento ou desempenho excepcional. Não importa quanto espertamente definido ou descrito, o gênio continua tão misterioso quanto o universo”.

O gênio “consegue ver o que a muitos escapa. Vê possibilidade no impossível”.

“Muitos gênios conseguem simplificar o complexo, tornar conhecido o desconhecido. Podem agarrar o que não pode ser segurado. São capazes de analisar idéias antigas e descobrir fatos novos. Recombinam informações de formas criativas e inovadoras. Podem criar e adaptar conceitos. Conseguem otimizar conhecimentos e experiências”. 

“Tem a habilidade de ver usando a intuição”.

“Na verdade, fazemos, quando crianças, o que Leonardo da Vinci chamou de “visão criativa”. Esta foi a chave de seu poder e visão criativos – este saber como ver. Ele acreditava que qualquer pessoa imaginativa poderia aprender como ver e, segundo suas palavras, “trabalhar com a mais profunda essência”do que viam e experienciava. Para Leonardo, saber ver era o meio de descobrir ou criar algo novo”. 

Segundo Friedrich Nietzche , já fiz um post sobre ele por aqui: Quem foi Nietzsche, o filósofo alemão?

“Quem está completamente perdido em uma floresta, mas esforça-se, com energia incomum, para sair, não importa em que direção, algumas vezes descobre um caminho novo, desconhecido: assim surgem os gênios, que então recebem o prêmio por sua originalidade”. 

O MODO DE PENSAR COMO UM GÊNIO

“Você pode aprender a utilizar seus dons de gênio, fazendo com que os poderes criativos atuem sempre que necessário. Pode aprender a pensar como um gênio, empregando um processo que chamo de “metaformação”. Metaformação é o que um gênio faz e que você também, de modo natural, pode fazer – quando descobrir como criar, inventa e se comunica”.

“O termo metaformação deriva-se das palavras gregas, meta (transcender) e phora (transferência). Refere-se ao ato de alterar algo de um estado da matéria e significado para outro. Começa com a transferência de novos conceitos e associações de um objeto ou idéia para outro”.

“Você metaforma para promover a criatividade, descobrir e inventar algo novo, interligar fator aparentemente não relacionados, resolver um problema e buscar soluções, considerar uma idéia original ou questioná-la, enriquecer a experiência de aprender e melhorar comunicações.  É um processo de pesquisa – com infinitas possibilidades de novas descobertas e invenções”.

METAFORMAÇÃO É PARA A CRIATIVIDADE O QUE A RESPIRAÇÃO É PARA VIDA

“Nascemos com a habilidade para criar, explorar, aprender, descobrir e inventar – isto é, para metaformar. Poucos dominam esta capacidade e aprendem a transformar as idéias, conhecimentos e experiências em um eterno reservatório de informações utilizáveis e recursos renováveis”.

“Mesmo que todos tenhamos a habilidade de metaformar, não sabemos que a temos ou que fazer com ela. Sem orientação ou incentivo, acreditamos não sermos criativos ou termos o gene adequado para inovações ou pensamento imaginativo. Este problema torna-se ainda mais complexo pelo fato de, à proporção que amadurecemos, construirmos barreiras mentais que bloqueiam nosso processo criativo. Em consequência, muitas vezes nosso pensamento é fragmentado, prejudicando-nos e tornando nos excessivamente medrosos. Esta auto-imposição de barreiras bloqueia o talento natural para fazer conexões e ver além das discriminações e categorizações arbitrárias, o que pode restringir nossas imaginações. Em pouco tempo aprisionamos nossas mentes e espíritos inovadores. Paramos de respirar e sufocamos nossa criatividade”.

“Ninguém quer que sua imaginação seja bloqueada. Todos querem fluir com idéias, experimentando aquela sensação de deslumbramento que sentiam quando ainda crianças”.

Já fiz alguns posts por aqui sobre criatividade e barreiras que cada um coloca em si mesmo:

As 4 fases de um processo criativo

10 frases sobre a desculpa os outros para sabotar sua criatividade

10 frases sobre a desculpa lógica para sabotar a sua criatividade

Pensar como gênio é possível? Sim é possível, todos os gênios foram pessoas que exercitaram a sua forma de pensar

Enfim, o objetivo do post foi trazer uma reflexão sobre esse assunto. Na contemporaneidade, com tantas mudanças ocorrendo rapidamente, é preciso estar aberto com a forma de se pensar para que possa a todo tempo estar se reinventando para se adaptar a essas mudanças. O passado serve para nos servir de referência, mas temos que viver o presente e estar atentos para onde o futuro estará nos levando.

E nada melhor que começar por pensar fora de um quadrado, podendo estar abertos para novas experiências e formas diferentes de pensar, podendo ver e se permitir a experienciar oportunidades novas. Não podemos nos acomodar na necessidade de se pensar o novo. Pensar é um ato que tem que ser desenvolvido para que a mente não se atrofie e que você não se acomode e se coloque como vítima, ou ainda, ficar só esperando que alguém vá fazer isso por você, ou que ficando parado algo novo vá cair pronto em suas mãos. Isso é ilusão, fantasia.

Pensar dá trabalho sim, mas também traz resultados que você tanto procura. O mais importante é estar em movimento.

Era isso por hoje.

Obrigada pela sua visita. Você é sempre bem vindo(a) por aqui.

Um abraço.

 

 

 

 

Referências:

https://en.wikipedia.org/wiki/Todd_Siler

SILER, T. – Pense como um Gênio – Tradução de Roberto Argus – Rio de Janeiro: Ediouro, 1999