Hoher Kasten – O início dos Alpes Suíços

Oi Gente

O post de hoje é sobre esse lugar lindo da Suíça, considerada o início dos Alpes Suíços. Faz parte da viagem à Suíça poder experimentar a emoção de subir em uma montanha, de teleférico. É  um momento único a ser vivenciado e para trazer como recordação em sua memória.

Dessa vez subimos o Hoher Kasten – onde encontra-se desse 2008 um restaurante giratório no seu topo. É sobre esse passeio que trago aqui para você hoje…

 

 

Se você quer visitar a Suíça, acho muito interessante pensar na possibilidade de subir uma montanha. E, se for esse seu desejo, lembre-se de levar algumas roupas adequadas para essa aventura. Desde protetor solar, óculos escuros, agasalhos, bem como sapatos adequados não escorregadios.

Estávamos hospedados na cidade de St Gallen e essa montanha não fica tão longe da cidade. Fomos de carro, com um amigo brasileiro que reside na Alemanha há alguns anos e que nos acompanhou para conhecer e subir mais essa montanha da Suíça. Um pouquinho da estrada em vídeo:

O dia estava bem frio, pegamos neve na linda estrada, da cidade de St. Gallen até Hoher Kasten, que percorre apenas 26 quilômetros. O legal dessas viagens de carro, por lugares onde a gente nunca tinha passado, se torna muito interessante pelas paisagens tão diferentes do nosso país.

Abaixo trago algumas fotos que registrei nesse caminho para que você possa ter uma ideia desse canto da Suíça, um país pequeno comparado ao nosso Brasil, mas com belezas singulares em cada região.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nós chegamos ao local onde se encontra Igreja e é desse ponto que partimos para subir a montanha que tem 1.795 m “que servia de posto de observação e de local para a atividade de caminhar nas serras, é equipada ao teleférico de Brülisau. Vistas panorâmicas sobre a paisagem Appenzeller, até o vale do Reno, o Jardim Alpino, com 192 espécies alpinas.”

Nesse passeio, estávamos eu, meu marido Calegari, minha filha Malu, e nosso amigo Ralph.

Essa montanha fica próximo a Appenzell, em torno de 10 km, conhecida pelas suas tradições rurais. É uma vila com 7000 habitantes que fica no menor cantão suíco do mesmo nome.

Achei uma graça esses trabalhos em madeira, logo na entrada para subir a montanha. Como os suíços são habilidosos no trabalho com a madeira.

 

 

 

 

Me disseram que no verão e primavera o local é muito procurado também para turismo, para caminhadas e é de uma beleza incrível. Mas nesse inverno o que curtimos mesmo foram as paisagens suíças com a neve.

 

Segundo informações, é por aqui o início dos Alpes Suíços. É bem alto gente, embora, em outras oportunidades de viagem a Suíça, já subimos em lugares mais alto ainda. Confesso aqui para você que a primeira vez me deu um pouco de medo, pois quanto mais sabíamos parecia que não teria fim. Mas a primeira vez, não sei se aconteceu só comigo, acredito que não deixa de ser algo que pode nos preocupar um pouco.

Como os europeus de um modo geral são responsáveis e levam muito a sério a questão segurança, sinceramente fico mais tranquila em me aventurar.

Aqui estão alguns outros posts que fiz sobre outras montanhas na Suíça, caso te interesse.

Zermatt na Suíça e sua charmosa montanha do chocolate toblerone

Diavolezza um passeio nas alturas pela Suíça

Se você, também se interessar por mais passeios na Suíça, poderá visitar por aqui alguns posts dentro do blog. Vou colocar mais esses dois, mas tem muito mais. ok? Sou grata por ter essas oportunidades de conhecer um país tão maravilhoso como a Suíça.

Aareschlucht na Suíça – Um lugar hiper diferente

Bad Ragaz uma graciosa cidade na Suiça e suas águas especiais

 

 

 

 

 

 

Minha filha Malu, em sua primeira experiência em visitar os Alpes Suíços. Apesar do frio, ficou encantada com o que viu.

O restaurante giratório que está lá no alto da montanha, a cada momento ele vai te proporcionando diferentes paisagens. Ali você poderá tomar algo quente, bem como fazer a refeição que desejar.

O restaurante também apresenta algumas peças antigas que fizeram parte da história dessa região.

O restaurante gira 360 graus e leva em torno de 1 hora. Apresenta uma excelente cozinha, que já foi premiada com o Primeiro Premio “Best of Award Swiss Gastro”.

Como os lugares próximos as janelas são muito procurados, faz-se necessário reservar os lugares com antecedência.

Caso queira mais informações sobre esse passeio na Suíça você poderá obter informações através desse site: www.hoherkasten.ch

 

Como pegamos um dia de muita neve, infelizmente nesse restaurante tínhamos uma vista semelhante a essa da foto acima. Mas como turista, conhecendo lugares nunca visitados, tudo se transforma em algo a se contar e experiências únicas. Amei.

Enfim gente, fica aqui mais uma dica para você colocar em seu roteiro para a Suíça. Esse lado do país tem muitos lugares interessantes e bonitos para se conhecer. Nesse post, realizado no inverno e com um dia de neve, pode-se observar esse lugar coberto e mesmo assim não deixou de ter seu charme.

Era isso por hoje.

Obrigada pela visita. Você é sempre bem vindo(a) por aqui.

Um abraço.