As 4 fases de um processo criativo

Oi Gente

No post de hoje vou falar um pouco sobre criatividade, sobre o processo criativo. Para ilustrar e você poder seguir a teoria e a prática, vou comentar com você como foi o processo de criação do cartão de visita aqui do Blog, o qual tenho recebido muitos elogios e espero que você também goste. Afinal, acredito que um blog, embora tenha um administrador que no caso sou eu, só vejo a finalidade dele se eu puder falar como nosso blog.

poster vintage para imprimir grátis:

É isso que eu quero por aqui gente,  que você que está comigo desde o início e que também está chegando agora por aqui, que nós possamos se encontrar sempre por aqui para conversar. Afinal, estamos no ano 2016, e temos que entrar no clima, ou seja, se não temos tempo para os encontros pessoalmente como desejávamos, então vamos fazer o que é possível.

Lógico gente, que jamais um encontro pessoal, daqueles que a gente adora estar com pessoas trocando ideias, alegrias, tristezas, piadas não tem tecnologia que o substitua. Não podemos também querer remar contra a maré não é mesmo? Por que não aproveitar os dois momentos?

Eu te agradeço muito por sua visita. A cada dia estou conhecendo mais gente por aqui, recebendo incentivos e na medida do possível, e do meu tempo, quero discutir e trazer muita coisa boa aqui para você e receber sempre opiniões para nós, em conjunto,  melhorar o que chamo de nosso blog, e quem sabe estar pensando em formas melhores de aliviar um pouco as angustias, as dores, que faz parte do viver de nós seres humanos.

Então venha comigo entender um pouco sobre o processo criativo, que pode ser estendido para qualquer outro produto ou serviço que não seja um simples cartão de visita.

Então gente, um dos meus estágios finais na Universidade Estadual de Londrina, foi sobre a criatividade. Estudamos muito a respeito, até porque adoro essa área. A nossa equipe, inclusive, elaborou um curso dirigido aos estudantes universitários a respeito desse assunto, o qual foi um sucesso. E observamos o quanto as pessoas são criativas, ou melhor toda pessoa é criativa, mas também a maioria dos sujeitos apresentam barreiras que precisam ser quebradas para poder vir para fora o seu lado criativo. Hoje então é sobre isso que falo para você.

 O processo Criativo

Graham Wallas no ano de 1926, desenvolveu esse modelo de pensamento criativo e dividiu em quatro fases:

Primeira Fase – Preparação

É aquele momento que o individuo vai verificando que está com um problema, seja ele qual for, um problema consciente ou inconsciente.

Exemplo: Cartão de visita

As pessoas começavam a me pedir qual era o endereço do blog e eu tinha que pegar um papel, achar caneta e falar ou pedir para anotar. Não tinha até então pensado nessa possibilidade de ter um cartão. O problema estava aí então hora de começar a criar.

Era preciso recolher várias informações. Começo a pesquisar tipos de cartões e vou atras de quem possa fazer isso para mim. Aqui o individuo começa a pensar, a refletir sobre o problema com base em todas as informações recolhidas.  É uma fase de definição da questão, observação e estudo.

No meu caso, após pensar a respeito, cheguei a conclusão que queria um cartão que refletisse a minha pessoa, a minha idade, o nosso blog. Ai decidi que queria que fosse uma estampa, para representar diversidade de cores, de formas, de ecletismo mesmo, como é o caso do nosso blog. Olhem abaixo as estampas que fui pesquisando, ou seja recolhendo informações. Pensei em pesquisar alguns papeis de parede que geralmente são lindos para achar as estampas também.


image

image

image

Desculpa a qualidade das fotos, porque eu ia tirando com meu iphone, pois precisava encaminhá-la para o profissional que realizou o meu cartão ok? Um graça de profissional, pois ele  tem o que mais precisa nesse momento paciência com a escolha do cliente. Calma, depois eu deixo o tel dele aqui. ok? gente. Eu já falei que um dos objetivos do meu blog também é incentivar esse jovens profissionais que realmente se dedicam ao profissionalismo competente. ok?

image

image

Enfim, gente essas foram algumas das opções que cheguei a pensar em colocar no meu cartão de visita, mas não foi nenhuma delas. Calma no final ele será apresentado para você que ainda não conhece. Escolhido o que eu queria e achado através de pesquisa e informações confiáveis sobre o profissional, posso dizer que finalizei essa primeira etapa do processo criativo. Vamos então para a segunda.

Segunda Fase – Incubação

Estranho esse nome? Mas é isso mesmo INCUBAÇÃO. Nessa fase, é a fase da paciência ou de incubar mesmo, como assim Mari? Você se afasta do seu problema, desligando-se do problema, deixando-o de lado por um tempo. Sabe quando você está com um problema e aquilo não se resolve e parece que não tem uma luz e vai tentar forçar e só faz “merda” (desculpa aqui o termo). No entanto, nessa fase, os individuos se mantem atento, pois sabe que o problema ainda se tem que solucionar. Aqui todas referências pessoais acabam sendo remexidas dentro do seu processo criativo. Vamos ver na prática com o cartão.

Após escolher e pesquisar algumas estampas no google, tinha algo que não gostava não estava de acordo com o que eu queria, fiquei ali incubando esse cartão por uns dias, pois pensava que não adiantaria fazer algo correndo para depois me arrepender, pois eu ficaria com ele o tempo inteiro comigo e a gente tem que amar aquilo que está próximo da gente. Confesso que essa fase é de inquietação, pois onde você vai parece que aquilo que quer decidir fica te acompanhando, é tipo um incomodo. Mas gente é aqui que as coisas vão acontecendo na criação, aceita essa angustia da escolha e acreditem que a ideia vem. E veio mesmo, olhe só a terceira fase.

Então aqui o Eder, o profissional que me acompanhou nesse processo, tudo por telefone (kk) ia testando para mim e foto vai e foto volta. Não gostava e ele ali com paciência. Perfeito Eder, você vai longe garoto.

Terceira Fase – Iluminação

Essa fase gente é aquela que ocorre em um momento que você não está esperando, tipo repentinamente no quotidiano do indivíduo.  Caracteriza-se por ser o momento em que surge de repente uma nova ideia, e aqui também a visualização de uma solução para o seu problema. É nesse momento que lembra da expressão de Arquimedes “EUREKA”, ou como eu costumo dizer YESSS, a ideia chegou. Aqui o individuo consegue organizar as ideias e os pensamentos de um modo lógico. É como se viesse tudo de uma só vez.

Seguindo o exemplo do cartão: Nesse momento eu me lembrei de uns tecidos que eu havia comprado nos EUA, naquela loja de Patchwork e que eu escolhi com calma as estampas que me agradavam. O que eu fiz? Perguntei para Eder se era possível eu fotografá-lo e aí com uma máquina melhorzinha que eu tenho foi o que fiz e encaminhei para ele. Como eu gosto da cor azul, tentei com uma estampa primeiramente. Essa abaixo.

IMG_4752

Então Gente, aí íamos testando e tudo o mais, adorei a estampa, criamos a logo, pois eu adoro tudo que tem arabesco, acho que influência da pintura em porcelana não é mesmo? Mas a hora que vi essa foto, apesar de amar o azul. Sinceramente me soou como algo um pouco frio e eu queria algo que tivesse mais vida, mais calor. Não foi dessa vez. Ai foi a vez de outros testes que nem vou colocar. E vem a quarta fase então que é a fase da Verificação.

Quarta Fase – Verificação

Gente nessa fase o indivíduo retorna à fase consciente como meio de racionalizar e organizar o produto da sua imaginação. Neste momento não se deve ficar isolado, pelo contrário, é o momento que o indivíduo necessita das opiniões e das reações das pessoas. Aqui você deverá estar preparado para críticas, julgamentos, avaliações, incentivos, contrariedades. Enfim avaliações sobre a obra da imaginação. Só não vale nessa hora gente você, se ama realmente a sua ideia, acredita muito nela, se boicotar devido a algumas opiniões muito negativas. Nessa hora seja honesto(a) com você mesmo(a) e veja bem quem está falando, tanto positivamente quanto negativamente e faça a sua verificação.

E ai gente chega a hora do resultado final. Espero que vocês gostem, pois queria que o cartão retratasse a nossa cara aqui do blog. ok? Olha ele ai.

image

Então de um lado ficou com essa estampa e do outro com com dados necessários para os contatos. E como prometido gente vou passar para você, caso queira esse profissional que me atendeu muito bem, o Éder , o telefone dele aqui em Londrina é 55 (43) 9922-9565. Se você falar com ele, só diga que foi minha indicação ok?

Espero que você possa pensar nessas quatro fases e ir treinando o seu processo criativo. Você pode sim criar, você pode sim inovar, você tem responsabilidade e desejos sobre o que realmente quer na sua vida. Aproveita ela, que é única e individual. Se ame e se permita.

Era isso por hoje. Pode ficar a vontade para expor sua opinião por aqui. Pois como sempre digo, aqui discutimos ideias, processos, situações, e não pessoas.

Obrigada pela visita. Você é sempre bem vindo(a) por aqui. Afinal é o nosso canto de conversa.

Um abraço.