I – Mitologia e o início da Mitologia Grega

Oi Gente

 

 

Hoje resolvi fazer esse post para tentar esclarecer dúvidas minhas e com certeza de muita gente sobre a mitologia, que é um assunto que eu curto muito, embora sou principiante ainda.

Como gosto de pesquisar a respeito e principalmente entender de forma clara e simples o que eu aprendo, vou colocando aqui no blog para você também, caso tenha o mesmo interesse que eu. Acho hiper legal a gente saber de onde vem as coisas, do que se trata determinado assunto. Se você não sabe nada a respeito, pelo menos fica sabendo do que estão falando, ou seja não fica tão sem rumo.

Mas para quem não sabe nem o que é mitologia vai lá um conceito bem simples: “A Mitologia é o estudo de mitos, lendas e a interpretação dos mesmos em alguma cultura.”

E o que significa mitos?

“Mitos são histórias populares ou religiosas complexas, com vários pontos-de-vista, das pessoas que viviam na época em que os mitos foram criados”. É uma forma de explicar, através de uma linguagem simbólica a criação do mundo, do universo ou qualquer assunto que não tenha uma explicação concreta.

E os mitos eram passados de geração em geração. Imaginem em uma época em que o mundo não tinha o conhecimento e a comunicação que se tem hoje para transmitir conhecimentos, Pronto já dá para imaginar?

Então gente existem várias mitologias como por exemplo: a mitologia grega, que estamos falando um pouco sobre ela por aqui, tem a mitologia romana, a greco-romana, a mitologia egípcia, a Hindu, a Africana, Persa, etc. cada canto desse mundo, nas épocas onde nem imaginavam ter o conhecimento que se tem hoje, as culturas foram criando as suas mitologias para darem respostas aquilo que não tinham respostas e algumas dessas mitologias ainda permanecem até hoje em determinadas culturas.

Vamos falar um pouco do início da mitologia grega.

 

Hoje em dia, já não existem mais as religiões antigas de Roma e da Grécia, que um dia foram consideradas como religião, os Deuses do Olimpo, atualmente, pertencem a literatura. Mas não podemos esquecer que elas existiram e foi de lá que surgiram os primeiros pensamentos e questionamentos sobre o universo.

Tudo de certa forma começou com os gregos e depois os romanos e outras nações receberam suas religiões e suas ciências.

Estou lendo um livro que ganhei no Natal que fala um pouco sobre isso tudo, depois você ve o nome dele na referencia abaixo, mas vou tentar passar aqui para você resumidamente algumas informações que achei interessante. Eu gosto muito desse assunto e se quiserem me acompanhar vou postando por aqui o que venho aprendendo.

Como pensavam então os primeiros gregos? Na realidade sempre a questão da criação do Universo, de onde viemos, o que somos e para onde iremos fizeram e fazem parte dos questionamentos dos seres humanos, não é mesmo? Os gregos foram simplesmente os primeiros que tentaram dar respostas a muitas questões como essas e a mitologia era a forma de dar respostas a essas questões e é através dela que hoje também podemos verificar como eles entendiam tudo isso naquele tempo.

“Os gregos acreditavam que a Terra fosse chata e redonda, e que seu país ocupava o centro da Terra, sendo seu ponto central, por sua vez, o Monte Olimpo, residência dos deuses, ou Delfos, tão famoso por seu oráculo”.

Sobre os povos,  os gregos não sabiam muito quem habitava ou não a terra, somente sabiam sobre os povos que habitavam a região situada a leste e ao sul de seu país , ou ainda próximo ao litoral do Mediterrâneo. Sendo assim, as fantasias que se criavam sobre tudo aquilo que não se via e não conhecia ia se avolumando e passando de geração a geração, as explicações que buscavam para entender o que se passava naqueles tempos primeiros no planeta.

É a mais alta montanha da grécia com 2917 metros. Considerada a mais alta da Grécia e fica na região da Tessália.

Eles acreditavam que “a morada dos deuses era o Cume do Monte Olimpo, na Tessália. Uma porta de nuvem, da qual tomavam conta as deusas chamadas Estações, abria-se a fim de permitir a passagem dos imortais para a Terra e para dar-lhes entrada, em seu regresso. Os deuses tinham moradas distintas; todos, porém, quando convocados, compareciam ao palácio de Júpiter, do mesmo modo que faziam as divindades cuja morada habitual ficava na Terra, nas águas, ou embaixo do mundo.”

E assim eles iam criando as maiores fantasias a respeito dos deuses, achavam ainda que eles se reuniam para falar sobre os assuntos da terra, que os deuses se deliciavam ao som de Apolo, deus da música, tocando sua lira enquanto as musas cantavam. E ainda acreditavam que quando o sol se punha os deuses se retiravam cada um para sua morada a fim de dormir.

Quanto ao surgimento de Júpiter (Zeus)*  (o maior dos deuses gregos) que também era chamado de pai dos deuses e dos homens, eles acreditavam que também teve um começo. “Seu pai foi Saturno (Cronos)* e sua mãe Réia (Ops)*-  Cronos e Ops pertenciam a raça dos Titãs, filhos da Terra e do Céu, que surgiram do Caos”.

  • Gente os nomes entre parenteses são os nomes gregos e os demais são os nomes romanos ou latinos, para entenderem e saberem. As vezes você fala sobre dois nomes diferentes achando que são deuses diferentes e não o são ok?

Sobre o Caos já fiz um post por aqui, caso você queira saber mais a respeito é só buscar no blog.

Assim gente nessa época iam surgindo também outras formas de descrever o surgimento do Universo, tinha por exemplo, como cita o autor uma cosmogonia (versão sobre a criação) ” onde a Terra, o Érebo e o Amor foram os primeiros seres. O Amor (Eros) nasceu do ovo da Noite, que flutuava no Caos. Com suas setas e sua tocha, atingia e animava todas as coisas, espalhando a vida e a alegria.”

Saturno (Cronos) e Réia (Ops) não eram os únicos Titãs haviam outros que falarei no próximo post. ok?

Saturno e Réia

Então só como uma pequena introdução, acho que está bom por hoje. O importante é saber de onde tudo começou. Esse foi o objetivo desse post de hoje.

Obrigada pela Visita. Você sempre é bem vindo por aqui.

Um abraço.

 

 

 

 

 

Referencias:

http://www.infoescola.com/mitologia/o-que-e-mitologia/

Thomas Bulfinck – O livro de ouro da Mitologia – História de Deuses e Heróis Ed. Agir, Rio de Janeiro, 2014 versão em portugues