História das Cadeiras (III) – Do século XIX ao XXI

Oi Gente

Este é então o último post dos três que pesquisei sobre a História das Cadeiras. Nesse post vou tentar falar como foi a evolução desse móvel, como seguiu as tendências e as necessidades que foram surgindo após a Revolução Industrial…

 

Se caso você quiser acompanhar seguindo o post anterior: http://blogdamaricalegari.com.br/2015/10/14/historia-das-cadeiras-ii-da-idade-media-ao-seculo-xix/

Com a Revolução Industrial os produtos agora passam a ser fabricados em grande escala e não mais de forma artesanal.  Há uma necessidade crescente de aumento de produção. É a passagem do trabalho artesanal para o assalariado e com isso ocorrem várias mudanças ao mesmo tempo. A Inglaterra foi a precursora da Industrialização. A funcionalidade é o novo conceito para a produção dos objetos, era necessário produzir em alto escala para suprir e atender as necessidades criadas pelo próprio sistema capitalista, as necessidades de consumo. Assim a tecnologia começa a ser desenvolvida, os designers começam a criar para uma produção em massa.

Michael Thonet, por exemplo criou essa cadeira que eram fabricadas as peças em separado

 

Essa cadeira era a famosa cadeira de  número 14 da criação desse designer Michel Thonet. Após vinte anos trabalhando como marceneiro, Thonet iniciou suas experiências com a madeira laminada, produzindo cadeiras inovadoras. Inicia-se assim o uso de uma linguagem de formas simples, onde a produção em série permitia vender as unidades por preços mais acessíveis.

Thonet foi um profissional que acompanhou as mudanças e evolução do seu tempo.

Nessa época, para se ter uma ideia, essa famosa cadeira, criada em 1859 e composta por 6 peças de madeira, no ano de 1891 já tinham sido fabricadas e vendidas 7.300.000 unidades. Em 1930 já tinha sido fabricadas um total de 50.000.000 unidades da cadeira.

"DCW" Side Chair

Cadeira criada em 1946 por Charles Eames nos Estados Unidos conhecida como marido e esposa

No século XX o uso crescente da tecnologia cada vez mais aprimorada na produção de cadeiras, foram dando forma as mais diversas criações e usos diferentes de matéria prima que não somente a madeira, agora é permitido utilizar o uso de metal, tanto no corpo quanto nas pernas das cadeiras.

Hill House Chair (Foto: Divulgação)

As famosas cadeiras Hill House que revolucionaram no século XX, com seus modelos totalmente inovadores.  (1902).

Paimio Chair (Foto: Divulgação)

Modelo de 1930 – Paimio Chair de Alvar Aalto

Wassily Chair (Foto: Divulgação)

Wassily Chair criada pelo Alemão Marcel Breuer em 1926, inspirada em tubos de bicicleta. 

Stacking Side Chair

Cadeira criada em 1960, por Verner Panton – Copenhagen

 Wiggle Side Chair (Foto: Divulgação)

Wiggle side chair feita de papelão, criada por Frank O, Gehry

Atualmente, através dos designers,  são inúmeros os modelos das criações  de cadeiras.  Os estudos sobre  ergonomia (termo derivado do grego “ergon” que significa trabalho e “nomos” que significa leis ou normas, ergonomia designa o conjunto de disciplinas que estuda a organização do trabalho no qual existe interações entre seres humanos, máquinas e objetos, visando o bem estar), tem contribuído para a junção do prático, confortável, utilitário e belo.

Resultado de imagem para cadeiras da atualidade mais modernas de milao

A cadeira realmente é um objeto que inspirou a muitos e continua possibilitando todos os tipos  tipos e estilos de criações, durante a história da humanidade.

E agora, como curiosidade, trouxe aqui para você algumas cadeiras que foram criadas não somente para a função do sentar, mas cadeiras produzidas para atuar como instrumento de trabalho, como é o caso da cadeira de dentista, as cadeiras de rodas, as cadeirinhas para carro, as cadeiras de papinha para bebe, e infelizmente a cadeira elétrica e as diversas formas de cadeiras que foram utilizadas também para uso da tortura.

 

Isso prova que o homem pode se utilizar de seus conhecimentos para a criação e a produção de bens e instrumentos para facilitar e proporcionar melhor conforto ao ser humano, como também pode se utilizar de seus conhecimentos para “detonar” o ser humano. Outras funções das cadeiras. Vou deixar que sua imaginação descreva as funções de cada cadeira abaixo.

 

 

 

 

 

 

 

Cadeira De Barbeiro Italiana Do Seculo Xix

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Poltrona Massageadora 8 Motores Hometrends Preta com 5 Modos de Massagem

 

Preparando esse post acabei descobrindo que no Rio de Janeiro existe um museu das cadeiras. Para quem se interessar o endereço é esse:

 

MUSEU DA CADEIRA – ESPAÇO CULTURAL MAURICE VALANSI

Rua Martins Ferreira, nº 48

Botafogo

 

 

O colorido dessa cadeira que gosto muito é para que possamos utilizar sempre a nossa criatividade e toda forma de criação pensando no melhor uso para os seres humanos, pois de crueldade o mundo já está cheio.

Top peças de Milão 2015 (Foto: Michell Lott)

E para finalizar a história das cadeiras,  está ai essas lindas cadeiras,  criadas pelo designer David Adjaye com o nome de Double Zero, apresentada no Salão de Móveis de Milão, 2015.

Assim esse objeto cadeira, utilizada e necessária para o ser humano, pelo que a história nos tem mostrado ela continuará sendo remodelada, reinventada, mas que assim como elas nós seres humanos também possamos acompanhar as mudanças dos tempos, nos reinventado e nos remodelando com o objetivo maior de buscar qualidade de vida, respeitando acima de tudo a natureza e os nossos companheiros de viagem, nessa vida que é temporária e passageira para todos nós.

Era isso por hoje gente.

Um abraço.

 

Referências:

http://tipografos.net/designers/thonet.html

http://www.metmuseum.org/search-results?y=0&x=0&ft=chairs&rpp=10&pg=278

http://oglobo.globo.com/blogs/design-blueprint/posts/2014/04/24/museu-da-cadeira-espaco-cultural-maurice-valansi-533657.asp

http://oglobo.globo.com/blogs/design-blueprint/posts/2014/04/24/museu-da-cadeira-espaco-cultural-maurice-valansi-533657.asp