10 hábitos simples para passar dos 100 anos de idade

Oi gente

Estava lendo em uma revista americana, sobre saúde,  algumas maneiras para aumentar anos de vida. De acordo com a reportagem são conselhos recolhidos por pessoas que já passaram dos 100 anos. Embora esse assunto seja bem debatido nas mídias, achei legal colocar aqui para você, pois esses hábitos são hiper simples e possíveis de serem adquiridos em qualquer idade, você também quer saber quais são eles?…

  1. Adote um amigo peludo.

45586_Papel-de-Parede-Filhote-de-Cachorro_1024x768

 

De acordo com o Professor assistente de Psicologia da Universidade de Webster em St. Louis, MO. Eric A. Goedereis, Phd “Os proprietários de um cão são os que andam com seus cães e esses são mais propensos a cumprir recomendações para a atividade física diária (150 minutos semanais). Possuir um animal de estimação também reduz o estresse, o que pode diminuir o risco de doença cardiovascular.

2. Fazer uso do fio dental todos os dias.

 

 

fio dental no dente

 

O uso diário de fio dental não só resolve o problema de se livrar de alimentos presos entre os dentes, mas também remove a película de bactérias que se forma antes que ele tenha a chance de endurecer em placa, e aí a sua escova não poderá resolver. A doença periodontal por falta de uso do fio dental pode provocar inflamação de baixo grau, o que aumenta o risco de ataque cardíaco e acidente vascular cerebral precoce. Numerosos estudos ligam bactérias orais para a doença cardiovascular. A American Dental Association recomenda o suo do fio dental pelo menos uma vez ao dia.

3. Tenha uma atitude positiva frente a vida

pessoas positivas

Os cientistas da Escola Albert Einstein de Medicina em Nova Iorque avaliaram 243 pessoas centenárias e suas personalidades. Eles descobriram que a maioria tinha uma visão positiva da vida, e foram geralmente calmas, otimistas e cheia de risos. “O riso ajudar a pressão arterial diminuir, reduzir o açúcar no sangue, a dor incômoda, diminui o estresse, tudo o que pode fazer o seu corpo mais saudável”., diz Lombardo, PhD, psicólogo e autor do melhor do que perfeito: 7 estratégias para acabar com o seu crítico interno e criar uma vida que você ama.

4. Ser social

download (1)

 

Tomar um café com os amigos, ir ao cinema pode ajudar você e seu amigo a envelhecer juntos. Um análise por Brigham Young University analisaram dados de 148 estudos e encontraram uma relação clara entre os laços sociais e expectatitva de vida. “As pessoas com relações sociais mais fortes tem 50% mais chance de vida continuou, em comparação com aqueles com relações mais fracas. A solidão pode comprometer o sistema imunológico, tornando mais difícil para lutar contra uma doença.

5. Tome sempre seu café da manhã

cafe da manha

Começar a manhã tomando uma xícara de café, não só faz um “up” no seu dia, mas a sua longevidade também. Estudos mostram que o café reduz o risco de um número de doenças crônicas. “Beber café pode diminuir o risco de diabetes, doenças cardiovasculares e doença de Alzheimer”, diz Gans.

6. Uma noite de sono sadia

 

 

horas de sono

 

A qualidade do sono também entra nesse jogo quando o assunto é o quanto tempo você pode viver. Vários estudos têm relacionado a privação do sono com um risco aumentado de morte, e outra pesquisa mostrou que a falta de sono pode aumentar o risco de diabetes tipo 2. “Algumas pessoas podem precisar de mais ou menos sono do que os outros, mas a pesquisa sugere que sete horas é provavelmente o suficiente”. Para dormir bem, você deve estabelecer uma rotina noturna e ater a um cronograma de preferencia até nos finais de semana.

7. Inserir o hábito de 2 vezes por semana comer peixe.

comida peixe

Infelizmente nós brasileiros ainda não somos lá tão apreciadores de peixe quanto a uma carne não é mesmo? Mas hoje a geração saúde vem melhorando os índices nesse sentido. O incentivo a comida japonesa ultimamente já vem fazendo a diferença.

Uma dieta rica em alimentos omega-3 pode adicionar anos à sua vida, segundo um estudo da revista Annals of Internal Medicine. Estudaram mais de 2600 adultos e observaram que aqueles com mais altos níveis sanguíneos de ômega-3 – graxos encontrado no salmão, atum, entre outros por exemplo, viveu no mínimo mais de dois anos em média do que aqueles com níveis baixos de ômega-3. O estudo não prova que sendo um comedor de peixe aumenta a longevidade, mas sugere uma conexão com esse fato.

Os pesquisadores descobriram que pessoas com altos níveis de ômega-3 reduziram o risco total de morte por qualquer causa em até 27% em comparação com aqueles com os níveis mais baixos, e que eles tinham um risco 35% menor de morrer de doença cardíaca. Especialistas recomendam pelo menos duas porções de peixe por semana em sua dieta alimentar.

8. Não fique tanto tempo sentado

 

ficar sentado

Basta levantar-se mais durante o dia e você vai aumentar a sua longevidade, aumentando o comprimento de seus telômeros, foi o que demonstrou um estudo do British Journal of Sports Medicine.  O trabalho mediu os efeitos do tempo e da atividade física  entre 49 sedentários, que permanecem tempo sentados e com excesso de peso. Os pesquisadores encontraram aumento de fechamento dos telômeros (os telômeros funcionam como um protetor para os cromossomos, assegurando que a informação genética (DNA) relevante seja perfeitamente copiada quando a célula duplica), que apontam para a longevidade.

9. Seja voluntário 

pg_voluntarios

Colaborar e ajudar os outros não só vai te fazer bem, como pode ajudá-lo a viver mais tempo. Uma revisão de dados de 40 trabalhos publicados encontraram um risco de 20% menor de morte em pessoas que eram voluntárias em alguma causa social, quando comparados aqueles que nunca foram voluntários. Os resultados, publicados no journal BMC Saúde Pública, descobriu que aqueles que se voluntariaram experimentaram menores níveis de depressão, melhor satisfação com a vida e em geral reforçaram a sua qualidade de vida.

Outro estudo descobriu que os aposentados que se ofereceram, pelo menos, 200 horas no ano anterior tinham menos probabilidade de desenvolver pressão alta do que os não-voluntários, diminuindo ainda o seu risco de doença cardíaca. Sendo assim, dar uma mãozinha ao sofrimento alheio é um resultado do ganha-ganha.

10. Exercícios  aeróbicos de 5 a 10 minutos por dia

caminhada-02

Não há necessidade de correr uma hora por dia para colher benefícios de longevidade em sua vida. Um novo estudo mostra que funciona apenas de 5 a 10 minutos já é possível aumentar sua expectativa de vida, reduzindo o risco de morte por doença cardíaca em 58% e uma diminuição do risco geral de morte em 28%.  É melhor exercitar-se menos tempo mas fazer disso uma constância em sua vida. Pesquisadores creditaram melhor função cardíaca e pulmonar prolongando assim o tempo de vida. Pessoas que apresentaram esse hábito durante 6 anos colheram os maiores benefícios.

Era isso gente. Eu sei você deve estar falando que tudo isso já está bem falado por todos os lugares, mas nunca é bom relembrar. Essas 10 dicas achei interessante, pois são realmente muito fáceis de se por em prática e não ficar dando desculpas.

Obrigada pela visita. Você é sempre bem vindo(a) por aqui.

Um abraço.

 

 

 

 

Referência: Health Magazine

As fotos são do google disponíveis para compartilhar.